quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Irmãos Brain: Qual a melhor maneira de relaxar?



Prezados, esses são os Irmãos Brain. Vejam o filme, se divirtam no site e comentam sobre eles e, principalmente, o que tem a ver com você!

28 comentários:

  1. coisas que não se podem misturar em excesso Bebida e música, ainda mais no carnaval....a galera perde o controle.
    Realmente, há uma assimilação com a realidade, mesmo pq se fosse diferente o vídeo não seria feito.

    ResponderExcluir
  2. A onda é: Nunca viva uma vida de excessos!

    para relaxar o ideal é procurar atividades prazerosas, isto pode variar de pessoa para pessoa. Cada um conhece aquilo que lhe dá prazer, seja escutar uma música, beber um bom vinho, sair para a balada, assistir um filme, andar de carro, tocar um instrumento musical, etc.

    Tudo isso pode ser bom, na medida certa, quando se tem um exagero no consumo ou na prática de qualquer atividade, assim como em qualquer coisa da vida, o corpo reclama.

    Se a atividade de trabalhar é cansativa, buscamos formas de relaxar, "Sair da Rotina", desconectar do mundo. Contudo, este momento também deve ser moderado e dosado na medida que o corpo não comece a reclamar.

    É comum vermos pessoas que no carnaval ficam 48 ou 72 horas pilhado, a base de energéticos e receitas milagrosas para não dormir e aproveitar até o último segundo da festa. Mas será que isso é de graça? Pode ter certeza que não, o corpo reclamará o sono merecido e o repouso obrigatório a que ele tem direito de uma forma ou de outra.

    E no fim, uma atividade que deveria ser de diversão e prazer somente vai gerar mais cansaço, stress, fadiga, falta de atenção e por aí vai.

    na minha concepção o "bom" é:

    Pratique loucuras, Aventure-se, "Viaje" em todos os sentidos, sonhe, apaixone-se, mas sempre respeitando os limites impostos pelo corpo.

    ResponderExcluir
  3. Débora Nasciutti - 7° periodo- Manhã2 de março de 2010 14:44

    Concordo plenamente com o que os meninos escreveram, porém vi algo além desse exagero. posso estar viajando completamente, mais acho que o video tbm mostra como podemos mascarar as coisas as vezes. Principalemente usando meios como a internet. Porém nem tudo é sempre essa beleza toda, por tras disso sempre tem alguém ralando e que não consegue estar em uma praia, bebendo e ouvindo musica. Essa é a fantasia de todos mais nem sempre é o que realmente acontece. Nosso papel é criar essas fantasias!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. acredito, que podemos ter uma vida sem grandes exageros, podemos provar o que bem entendermos sempre preocupando com as consequencias que estaremos sujeitos mais tarde.Portando podemos nos divertir, expressar de qualquer forma, mas sempre com o cuidado de como o nosso corpo ira suportar tudo.
    Walisson Ap.
    7° pp noite

    ResponderExcluir
  5. Posso citar um caso do meu próprio carnaval, onde, como em quase todo lugar, o consumo de drogas e bebidas é crescente: Um jovem de aproximadamente 26 anos, com porte físico de atleta, teve convulsões e à beira da morte, graças às substâncias ingeridas em excesso.

    Lema do carnaval:
    "Se não aguenta não se envolve!"
    Fato!

    Um lugar maravilhoso! Cheio de pessoas bonitas! Músicas excelentes! Para quê se envolver com algo que o próprio corpo rejeita?

    Enquanto este indivíduo citado estava na enfermaria, eu estava curtindo uma cerva de leve e aproveitando a festa e, garanto que meu dia foi mais proveitoso que o dele! kkkkk!

    Mas no mais... Bjo bjo... E see ya!

    Rodrigo Firmo
    7ºPP Manhã

    ResponderExcluir
  6. Bem, só fui entender esse vídeo depois que assiste outros dos irmãos Brain. Pelo que eu entendi, eles fazem parte do nosso inconsciente (algo parecido com Clube da Luta, o filme) o amarelo é o ID, o verde é o Ego e o vermelho o Superego. Cada um com sua "personalidade", que no final das contas se resume nas nossas vontades, valores e decisões.
    Não vou fazer juízo de valor aqui. Cada um faz o que quer. E arque com consequencias, ou nao.

    Muitas vezes a gente não faz coisas pq tem medo.
    Muitas vezes a gente faz coisas pq tem curiosidade.
    Muitas coisas a gente deixa de fazer por vergonha dos outros.
    Algumas vezes a gente faz coisas que realmente tem muita vontade.

    Artur Andrade

    ResponderExcluir
  7. Curtir a vida sem exageros seria o ideal, coisa que o id não permite. Sempre alfinetando o ego e o superego, consegue nos fazer "pisar na jaca" muitas vezes. Devemos fazer um balanço de todas as partes (Id, Ego e Superego) para tentar alcançar um equilíbrio, curtir sem exagerar "na dose".


    Edmar Ferreira 7º PP noite

    ResponderExcluir
  8. vendo o video superficialmente, a melhor maneira de relaxar é fazer coisas que lhe proporcionam felicidades e prazer, uma fuga da rotina profissional, uma rotina de obrigações.
    Relacionando com a matéria, e asistindo os outros videos, percebe-se que o bonequinho amarelo é o ID, no qual faz coisas por impulso, o que é o que buscamos quando pensamos em relaxar, fazer coisas prazerosas sem pensar demais. Mas o bonequinho vermelho e verde, que são, repectivamente, Superego e Ego, que tentam de alguma maneira segurar esses impulsos, fazendo com o que não relaxamos totalmente. Acabando que é quase imposivel conseguir sair totalmente da rotina,pois pensamos em todo momento nas consequencias que virá se fizermos coisas apenas por impulso.

    ResponderExcluir
  9. Marcília Gonçalves8 de março de 2010 15:52

    Acho que a vida sem alguns exageros seria um pouco monotona.É claro que devemos ter limites, mas é claro que também você não precisa ser certinho o tempo todo. As vezes temos que ir contra o que nosso EGO e ser um pouco ID. No entanto na maioria das vezes o SUPEREGO é quem domina a situação ele é quem mantem o nosso equilibrio.

    Marcília Gonçalves - PP Noite

    ResponderExcluir
  10. Cada pessoa, tem a sua maneira certa de relaxar. A maneira que mais gosta, que mais lhe agrada, ou seja, a que lhe faz bem. Independente de ser com bebidas, drogas, viagens, exercícios físicos, vícios, etc.
    Diante da maneira de cada um de relaxamento, cada um vai ter que arcar com as consequências, após o "uso".
    Pois pode ser tanto como a Teoria Behaviorista, onde muitas pessoas agem com impulso, e não se preocupam com a repercussão que aquilo pode dar depois. E se o estímulo for recompensado, há repetição e vira um hábito.
    Mas pode se encaixar também na Teoria Psicanalista, onde o comportamento leva a motivação inconsciente. Prejudicando assim futuramente o seu perfil. Onde você segue por instintos.
    Resumindo, cada um curti e relaxa da maneira como bem entender, levando em conta de depois ter que arcar com as consequências. Onde é aí que entra os tipos de personalidades que todos nós temos, o ID, o EGO e o SUPEREGO.
    Independente do momento, podemos possivelmente apresentar as 3 para uma dada situação, se encaixando nas consequências que terão depois de uma determinada ação.

    Brenna Safadi Queiroz - 7º PP - manhã

    ResponderExcluir
  11. Acredito que implicitamente todos nos temos um pouco dos irmãos Brain. Por representarem de forma hiperbólica, nosso consciente e subconsciente. Fazem uma análise bem crítica de nosso ID, EGO e SUPEREGO mostrando nossos pudores e nossas extravagâncias. Porém como vivemos em uma sociedade, que pudoriza de certa forma nosso comportamente é fato que quando vimos a nitída representação de coisas que pensamos em fazer e muitas vezes as cituações do nosso cotidiano não permitem que façamos, nos sentimos relaxados de certa forma. Pois, nos projetamos em tal cituação sem ter que enfrentar as consequências dos atos, que idealizamos executar sem sermos punidos, por nosso consciente e pela sociedade na qual estamos inseridos.

    Aline Vitoriano Meirelles-7°período/PP/ Noite

    ResponderExcluir
  12. Estamos vivendo em uma geração em que, muitos jovens estão associando diversão com bebida. Uma combinação equivocada, pois a bebida nem sempre nos propicia uma diversão saudável.
    Já dizia a minha avó: "Tudo em excesso faz mal!", e é verdade! Devemos sim, curtir a vida, mas saber viver de uma maneira sábia.

    ResponderExcluir
  13. Em observação ao video,ele refere as maneiras de relaxamento sugerida pelos Irmãos Brain.
    Todos tem seu estilo de relaxamento, pois uns preferem ópera,carnaval,sexo,e dentro outros.
    Alguns tem suas maneiras estranha de relaxar e outros se identificam.Mas ser etnocêntrico não vamos chegar em lugar nenhum,cada um têm sua identidade e seu individualismo,mais temos que saber viver em comunidade.
    Em em particular não gosto de ir em carnaval, não é porque, não gosto, mais é por opção,eu prefiro mesmo é ir em teatro, cinema e em concerto.
    Cada um faz o quer da sua vida tem uns que vive de mais o Carpe Diem outros de menos, mas estão vivendo.
    Eu não vou aqui, críticar a maneira do outro de como, ele se diverte ou relaxa. Cada um sabe si e onde vai dar suas atitudes, não existe mais pessoas dizendo "ah eu não sabia", estamos no mundo real e vamos viver de maneira adequada.

    ResponderExcluir
  14. Renata Perez 7°/ Noite10 de março de 2010 04:59

    Uma pessoa quando age apenas com o ID, ela não possui freios, logo está propícia a várias consequências dos exageros, como mostra o exemplo ai do carnanval. Que é aonde as pessoas perdem a conduta e deixam os seus Egos e Superegos em casa, as pessoas sentem que precisam estravasar e assim também acontece com pessoas compulsivas com compras, pois compram tudo que der na telha, mesmo com aquele sentimento de medo, e depois so resta arrepender. Mas no carnaval nem esse sentimento existe e sim um sentimento de que ali é tudo permitido! Quantas coisas fazemos no carnaval e preferimos nem lembrar? As vezes as consequências são drásticas, mas é carnaval fazer o que né!

    ResponderExcluir
  15. Algumas vezes fazemos coisas que realmente temos vontade, mas esquecendo das consequências que isso pode nos causar, devemos nos limitar. As vezes vamos contra o nosso Ego e agimos apenas com o ID, então ai que entra o Superego para controlar e freiar nossos impulos mantendo nosso equilíbrio. Curtir a vida é ótimo, mas sem exagero, portanto viva com prazer.
    Ana Paula Santos Andrade 7º PP/NOITE

    ResponderExcluir
  16. Meu lado ID no carnaval tá bem sintonisado com o Ego e SuperEgo, hehehe, os três se dão muito bem aproveitando a cidade mais vazia, a tranquilidade, um bom cineminha e ums episódios de dr. House, hehe.
    Pensando nisso, segundo o House, todo mundo está mentindo.
    Fala sério, descansar é descanser né!?

    Josiele, 7º PP, Noite

    ResponderExcluir
  17. Nada em excesso são mil maravilhas.

    Unir o ID, o EGO e o SUPEREGO seria a melhor opção?
    Cada um tem sua maneira de relaxar, mas procurar o ponto certo, sem ultrapassar os limites, não é uma tarefa fácil, pelo contrário.
    Em alguns momentos estamos exaltados, em outro tristes e depois eufóricos. São tantas expressões, tantos modos de se relacionar e expressar, que até perdemos o rumo de nossas decisões.

    O importante é nunca se deixar levar pela emoção, nem pelo momento, seja coerente nos momentos bons e ruins, mescle o ID, o EGO e o SUPEREGO de forma com que o faça refletir e agir de formar correta.

    Viva com atitude, com coerência e não deixe o excesso subir na cabeça. Bebida demais, drogas demais? O que de interessante tem nisso? Como o Rodrigo Firmo disse acima, ele presenciou o excesso passando mal e indo pro hospital, enquanto ele praticava suas loucuras de forma proveitosa e certa.

    Enfim, filosofia de buteco aqui é mato, mas "viva cada dia da sua vida, como se fosse o último"... Mas não se esqueçam que no dia seguinte, você terá que acordar e encarar a rotina de trabalho/ Diversão/ Responsabilidades e precisa estar bem preparado.


    Rodrigo Machado Dias Afonso
    7º Período - Publicidade e Propaganda - Manhã

    ResponderExcluir
  18. Os irmãos Brain fazem uma análise crítica de nosso ID, EGO e SUPEREGO por causa dos exageros e as conseqüências que sempre iram aparecer, pois uma vida
    De exageros principalmente na época do carnaval trazem conseqüências que não são pensadas no momento em que extravasarmos.

    Kélvia Botelho
    7º Período - Publicidade e Propaganda - Noite

    ResponderExcluir
  19. O vídeo mostra que viver a vida limite pode fazer mal.Isso geralmente não acaba bem.Não adianta beber e tentar aproveitar como se fosse o ultimo dia de sua vida, pois se não for as conseqüências podem ser duras demais.

    Considero também que ele mostra o estilo de vida por impulso e com os freios que são colocados pelo nosso inconsciente.Ou seja o ID,EGO e SUPEREGO.

    Sérgio Augusto
    7º Periodo-Publicidade e Propaganda-Manhã

    ResponderExcluir
  20. Conheço o site do Id, Ego e Superego a algum tempo e é interessante voltar nele agora que estudamos e sabemos as bifurcações de comportamento que temos. O vídeo, assim como o site inteiro, mostra fielmente a representação de cada comportamento que podemos ter.
    É depravante ver a necessidade de participar do carnaval e ter todo aquele papo de ter que aproveitar. Mas como já estudamos, existem certas necessidades que tentam ser supridas, e quando isso não ocorre, há essa explosão de Id. O que dá pra ver nessa “folia” de carnaval é um tanto de pessoas desestruturadas, com muita necessidade de alguma coisa, frustradas, que liberaram seu Id. Não digo que as que não participaram do carnaval estejam ausentes de necessidade, mas o superego delas está sendo usado eficazmente exercendo seu papel controlador. Mas também posso comprovar a desestruturação de um superego no carnaval quando uma pessoa se abstem totalmente em casa, como foi mostrado no vídeo.
    O que devemos fazer é manter o equilíbrio (se é que esses comportamentos podem ser controlados na prática).

    Karine Dibai - 7ª Noite

    ResponderExcluir
  21. O vídeo mostra aquilo que todo mundo já sabe. Qualquer coisa em excesso faz mal.
    No carnaval, o uso de bebidas alcoólicas fazem com que o ID prevaleça. Frases usadas por alguns, como "quem tem limite é município" ilustram bem isso.
    Há ocasiões em que o super ego simplesmente desaparece, e é ele quem controla o ID e o Ego. Sem ele tudo perde o controle.
    Thiago Meira de Carvalho
    7º Periodo-Publicidade e Propaganda-Manhã

    ResponderExcluir
  22. Excesso não significa melhor. Uma vida bem aproveitada é vivida aos poucos, aproveitando aos poucos tudo que nos é oferecido. Como dito pelos colegas acima, sem uma forma de controlar e arbitrar as nossas ações (Super Ego) só sobra frustrações a serem liberadas (ID e Ego).

    Thiago Augusto Fonseca de Almeida
    7º Período - Publicidade e Propaganda - Manhã

    ResponderExcluir
  23. A questão é como o ID o EGO e o SUPEREGO, lidam com formas diferentes de relaxar, e pessoalmente cada um pode fazer uma relação de como se parece com uma das personalidades representadas no video, o importante para cada pessoal é entender que as atitudes que tomamos devido a predominância de determinada personalidade trará consequências.

    Fernando Amorim
    7º PP - Noite

    ResponderExcluir
  24. A maneira como o vídeo tenta mostrar nosso ID, EGO e SUPEREGO, é relatando maneiras como nosso ID pode se comportar. Como no primeiro momento podemos ver como o personagem considera a melhor forma de relaxar, será que é deixando nosso ID comandar? É interessante perceber que nem sempre quando deixamos nosso ID comandar relaxamos pra valer, nosso EGO sempre vai dar um jeitinho de tirar-nos do nosso conforto e baixar um peso moral, ai então o "relaxar" vai pro espaço.
    Nada como balancear nosso ID, EGO e SUPEREGO para relaxar...

    Hany Cintra Lara
    7° PP noite

    ResponderExcluir
  25. Só tenho uma coisa a dizer... o Superego é um chato, um verdadeiro estraga prazeres. Brincadeira, mas o vídeo mostra exatamente isso, mostra quando apenas O ID toma conta do nosso ser e fazemos um monte de bobagens e exageros. O ideal é viver em harmonia com os três, para que desta forma possamos aproveitar tudo da melhor maneira possível, sem que nada nos prejudique, mesmo porque, tudo que aqui se faz, aqui se paga e com relação aos exageros não será diferente!

    Geralda Cristina Lino 7.PP Noite!

    ResponderExcluir
  26. Entendi que o vídeo mostra maneiras diferentes de curtir o carnaval.
    Mostrou um se divertindo na praia, com músicas, danças e bebidas. Depois, mostrou outro em casa, no banheiro, lendo jornal, num silêncio absoluto.
    Cada um tem o seu jeito de aproveitar um feriado prolongado.
    No meu caso, por exemplo, preferi sair do barulho. Não gosto do barulho do carnaval, bebedeiras... então, fui pra roça. Deitar na rede, nadar na lagoa, comer um churrasco debaixo de uma sombra e rodeado de uma tranquilidade, um silêncio, uma paz.
    Como, também, outros curtiram o feriado como eu, assim há aqueles que curtiram como a TV mostra: pulando, dançando, bebendo, aproveitando o carnaval desta maneira.

    Julienne Felício Pereira
    7ºPP - diurno

    ResponderExcluir
  27. O video mostra como cada tipo gosta de curtir, o exagero é para deixar claro o jeito diferente de cada um, como cada um se vê, como cada um se mostra e como gostaria de se mostrar. o que traz o individual.

    gabriela delfim 7 período/manha

    ResponderExcluir