quarta-feira, 17 de março de 2010

Comércio on-line cresce 30% em 2009

Negócios somaram R$ 10,6 bi, e perspectiva para 2010 é manter ritmo; livros, revistas e jornais lideram vendas

Por Tatiana Resende - Folha de S. Paulo - 17/03/2010

As compras feitas pela internet no ano passado totalizaram R$ 10,6 bilhões, alta de 30% ante 2008, de acordo com pesquisa da consultoria de comércio eletrônico e-bit, que não considera as vendas de veículos, passagens aéreas e leilões virtuais.
Cerca de 17,6 milhões de consumidores brasileiros já haviam feito pelo menos uma compra pela internet ao final de 2009, segundo o levantamento, com crescimento de 33%. O número representa 26% dos internautas do Brasil, o que mostra, de acordo com a consultoria, que ainda há muito espaço para crescer.
Desse total, 4,4 milhões tiveram a experiência de uma compra virtual pela primeira vez no ano passado; 60% deles têm renda familiar até R$ 3.000.
Entre os motivos do aumento no faturamento está a entrada das Casas Bahia, em fevereiro de 2009, no mundo virtual. Com a chegada do varejista francês Carrefour ao comércio eletrônico neste mês, todas as grandes redes presentes no país agora oferecem opção de compras pelo mundo virtual.
"Empresas que já têm uma marca forte no varejo podem atrair novos consumidores para o canal", comenta o diretor-geral da e-bit, Pedro Guasti. Para o setor, completa, é importante também porque a chegada de grandes "players" representa mais investimentos em mídia, plataforma e logística.
Livros, revistas e jornais lideraram as vendas virtuais, com 20% do volume de pedidos em 2009, seguidos de saúde, beleza e medicamentos (13%). Com a redução de IPI para a linha branca, os eletrodomésticos garantiram a terceira posição no ranking (11%), praticamente dobrando a participação do ano anterior, à frente de informática (9%) e eletrônicos (6%).
Para 2010, a previsão é movimentar R$ 13,6 bilhões, repetindo o ritmo de expansão do ano passado. Ao final do primeiro semestre, a projeção da e-bit é que 19,8 milhões de pessoas tenham adquirido pelo menos um produto pela internet e, para dezembro, a previsão é que chegue a 23 milhões.
O consultor especializado em varejo Eugênio Foganholo, da Mixxer, destaca que, embora a participação das vendas virtuais no faturamento total das grandes redes ainda seja pequeno, a internet está sendo cada vez mais usada na pré-compra. "É onde o consumidor vai se informar, comparar.
"A opinião é compartilhada por Sérgio Herz, diretor da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico: "O consumidor está aprendendo a usar a internet a seu favor", afirma.
Prezados, dêem sua opinião sobre a notícia e o impacto que pode ter em sua profissão.

30 comentários:

  1. É fato que a internet é um marco de uma nova era, tanto mercadológica, quanto sociológica. Assim como o rádio e a TV, foram um dia elitizados e, a cada dia que se passou, mais socialmente democráticos, a internet, e porquê não a digitalização em geral (TV digital, celulares - portabilidade, mobilidade - e etc.), seguirá a mesma tendência.

    Cabe a nós publicitários e/ou marketeiros em geral, entender para melhor atender o mercado. Reconhecer a tendência global e socialmente democrática da digitalização.

    Não caio no erro de dizer que a internet irá extinguir outros meios, tanto midiáticos, quanto mercadológicos, como ocorreu na invenção da TV, por exemplo. Porém é de consenso geral que a TV, hoje em dia, é o principal meio midiático e que a internet, muito em breve tomará este posto, além de se posicionar como líder em outros campos, como o mercadológico, que já está em uma crescente, como explicitado no texto.

    P.S.: Cláudio, obrigado por postar o texto sobre o Reality Show na Sala Virtual, te entrego amanhã o trabalho se conseguir ir à aula. Estou passando mal já há alguns dias, por isso não fui à aula de quarta-feira. Inclusive parece que eu perdi uma prova, pois você daria uma avaliação na sexta, quando eu estive presente, porém não houve aula. Haverá segunda chamada? Ou eu posso fazer de noite, ou até mesmo, amanhã?

    Agradeço a atenção. Como não tenho o seu email, escrevo por aqui, novamente. Rs! Se possível, me responder por email (rodrigofirmo@gmail.com)

    Rodrigo Firmo 7ºPP - Manhã

    ResponderExcluir
  2. Marcília Gonçalves - PP Noite18 de março de 2010 14:35

    Como certeza as vendas pela internet aumentaram significativamente.Com a entrada das lojas de varejo no comércio eletrônico tende a cada vez mais aumentar as vendas. É claro que não é somente as lojas de varejo, mas são elas que mais vão contribuir para o crescimento das vendas pela internet. Para os futuros publicitários esse aumento nas vendas será uma grande chance pois uma vez que cresce as vendas também aumenta as oportunidades de trabalho nesse meio. Para quem quer mexer nessa área é bom se manter bem atualizado e se especializar cada dia mais nesse meio.

    Marcília Gonçalves

    ResponderExcluir
  3. A têndencia de crescimento da internet entre as idades e principalmente entre a população em geral é um fator forte para a formação de consumidores virtuais. E através desses números que apontam crescimento no setor, podemos perceber que o velho tabú que internet não é segura vem sendo quebrado mais ainda. Outro setor que eu penso que pode ter forte ligação com esse crescimento nas lojas virtuais é o aumento dos usuários do internet banking. Se uma pessoa já usa o site do banco, que é sua conta com todo o seu dinheiro, porque não comprar? Já que tudo é debitado pelo cartão, pode ser acompanhado na hora através do banco, e existe a segurança que as lojas oferecem ainda. A tendência é cresimento mesmo.
    Para atingir o público virtual, as propagandas virtuais vão aumentar, competindo com o excesso de informação da internet. Ou, vamos ter que descobrir novas formas de captar clienter virtuais através do mundo real. Ações inovadoras vão contar muito, tudo pra chamar atenção em um mundo onde transborda informação.

    Karine Dibai - 7º Noite

    ResponderExcluir
  4. Creio que daqui a pouco as vendas pela internet passe a ser além de apenas uma tendência. A internet promove mais comodidade, mais facilidade nas pesquisas de preços, e como a população veem utilizando ainda mais este meio, veremos a comunicação crescer ainda mais na aréa virtual.
    Os profissionais de comunicação têm, atualmente, como dever de casa aprimorar seus conhecimentos para o mundo virtual, pois será um meio que carregará um grande impacto em seu público - alvo. Pois será uma grande mídia utilizada para alcançar seus objetivos de marketing.

    ResponderExcluir
  5. O texto é condizente com a realidade de mercado atual.
    As lojas vem se adequando cada vez mais a venda de produtos pela internet, a divulgação é bastante acertiva. Pois, na internet o consumidor que vai até o produto, que se interessa em buscar informação a respeito do mesmo.
    Porém, por mais que as vendas virtuais tendem a crescer cada vez mais, em algumas regiões como Minas Gerais, existe grande insegurança das pessoas economicamente ativas, em efetivar uma compra, pela internet segundo dados de pesquisa.
    Acho a internet um meio incrível para vendas. Mas, enquanto comunicadores devemos desmistificar essa senssação de insegurança dos cunsumidores em efetivar compras virtuais. Pois, quando passarmos senssação de segurança ao consumidor virtual acredito que o número de vendas serão bem maiores.

    Aline Vitoriano Meirelles/7°período/PP/Noite

    ResponderExcluir
  6. As vendas na internet vem crescendo assustadoramente, isso mostra que essa grande midia se tornou um fator de grande sucesso em vendas e anuncios na sociedade. Os numeros mostram que a internet deixou de ser uma tendencia e transformou em um meio muito eficaz,com potencial de crescimento muito grande.cabe a nós publicitarios, saber utilizar desse meio, pois é uma grande ferramenta de sucesso para poder vender e anunciar nossas ideia.
    Walisson. Ap
    7°pp noite

    ResponderExcluir
  7. Ana Paula disse...
    As vendas pela internet aumentaram bastante devido as mudanças nos hábitos de consumo e das formas de relacionamento entre o varejo e os consumidores, além de promover facilidades na forma de pagamentos como também comodidade em comprar sem sair de casa. Como não falar do fato que ainda chama muita atenção, a insegurança que muitos consumidores ainda tem em relação a compras pela internet. Por isso que mesmo com esse aumento de vendas pela internet, nós publicitarios temos que saber usar essas ferramentas, como por exemplo o marketing influencia na decisão de compra, encontramos então consumidores bem mais informados e com maior capacidade de discernimento, portanto, é preciso uma abordagem mais sofisticada para navergarmos neste meio.
    Ana Paula Santos Andrade 7º PP/NOITE

    ResponderExcluir
  8. Com o advento da internet há anos atrás, conseguimos ver que ela ia crescer em potencial. Além de poder comprar produtos e serviços pela internet, em qualquer site estão disponíveis mais claramente com são feitos as compras e mais informações mais claras e objetivas, para que o consumidor consiga buscar com ênfase o que procura. Sem falar da comodidade de não sair de casa pra comprar, esse é também um fator importante que valeu muito na hora da compra.

    Celso Rodrigo 7 PP manhã

    ResponderExcluir
  9. Mercado virtual? Compras online? E a cada dia que passa, estamos mais ligados ao mundo virtual...
    O que fazer quando comprar um livro? Ir até a Leitura do Bh Shopping, ou entrar em algum site de venda de livros? Comodidade? Não, PRATICIDADE!
    Nós consumidores, procuramos produtos com qualidade, fácil acesso e rapidez na compra. A Internet nos oferece isso tudo, sendo que, através dela, compramos, acompanhamos a rota de entrega do produto, e o mesmo chega na nossa residência.
    Como futuro publicitário e atuante no mercado de Marketing, digo que, mais do que nunca, temos que investir muito neste meio, estudar e atuar fortemente. Outro exemplo deste crescimento, são algumas instituições que já oferecem um curso de Pós-Graduação chamado "Marketing de internet" .
    Estamos numa era digital e adaptar é bem simples, basta ter o foco e planejamento.
    Atenção consumidores e publicitários, estamos a frente de uma mídia que só tende a crescer.


    Rodrigo Machado Dias Afonso
    7º Período de Publicidade e Propaganda

    ResponderExcluir
  10. O crescimento da venda on-line é algo para algum possa ser assustador o aumento, mas isso já vinha crescendo gradativamente. É mercado agora bem explorado por parte das empresas, as classes que consomem muito, mais ainda existem alguma restrição é as C e D e crescem nesse ramo.
    O mercado on-line é uma ampla vantagem pra quem busca praticidade e comodidade. É um meio bem adequado e que cresce todos os dias e leva uma grande vantagem nas demais.
    As grandes empresas estão constatando e detectando que é meio muito propicio e m crescimento e deixar de investir na venda on-line seria deixar de lucra ou ganha uma “boa grana”. Então agora é hora de todos, anunciante, agência, cliente, etc. Não perder oportunidade de ampliar seus negócio e engajar no ramo muito promissor que é o meio on-line.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Esse mercado cresceu muito devido a comodidade que é oferecida ao consumidor, e hoje como cada dia que passa nosso tempo fica mais corrido.Outro fato que contribuiu bastante para o crescimento das vendas foi o aumento da confiabilidade nos meios onde são realizados as vendas. Por fim e que considero mais importante a diferença entre os valores, que ocorre devido a esses meios não precisar pagar aluguel de lojas, maior números de funcionários, e por ai vai, que é revertido para os consumidores.
    Para o nosso meio, isso é importante, pois com essa economia, e com a maior concorrência dos sites, eles acabam investindo mais em publicidade para se destacar, e é onde a gente entre mostrando nossas habilidades de mostrar os diferenciais dos mesmos. Essa é minha opinião

    Sérgio Augusto G Veloso
    7 PP manha

    ResponderExcluir
  14. Esse crescimento nas vendas por internet com certeza se da ao fato da entrada da classe C nas compras online.
    Com maior renda, maior poder de compra e mais envolvimento com a internet, o consumo online abre as portas para a população da classe C,
    impulsionados, também, pelo incentivo dos parcelamentos nas compras com cartão e pela
    entrega grátis.
    Independente dos públicos, no entanto, a web oferece uma grande vantagem: o anonimato. Por vir de uma classe menos favorecida, o consumidor da classe C pode sentirse
    constrangido de entrar em uma loja mais sofisticada. Na Internet isto não acontece. O
    inverso também é válido. Clientes das classes A e B, que poderiam sentir-se constrangidos
    ao freqüentar uma loja popular, compram produtos mais simples, já que procuram, em
    alguns casos, preços mais em conta e com mais parcelas.
    Para a publicidade essa mistura de públicos se torna muito interessante, pois as propagandas podem ser mais exploradas na questão do próprio produto e seu diferencial de qualidade e preço do que a preocupação com a segmentação de públicos. O público online tem se tornado um só, aquele que procura comodidade, qualidade e leves prestações!

    Renata Perez 7° período/ Noite

    ResponderExcluir
  15. Esse crescimento nas vendas por internet com certeza se da ao fato da entrada da classe C nas compras online.
    Com maior renda, maior poder de compra e mais envolvimento com a internet, o consumo online abre as portas para a população da classe C,
    impulsionados, também, pelo incentivo dos parcelamentos nas compras com cartão e pela
    entrega grátis.
    Independente dos públicos, no entanto, a web oferece uma grande vantagem: o anonimato. Por vir de uma classe menos favorecida, o consumidor da classe C pode sentirse
    constrangido de entrar em uma loja mais sofisticada. Na Internet isto não acontece. O
    inverso também é válido. Clientes das classes A e B, que poderiam sentir-se constrangidos
    ao freqüentar uma loja popular, compram produtos mais simples, já que procuram, em
    alguns casos, preços mais em conta e com mais parcelas.
    Para a publicidade essa mistura de públicos se torna muito interessante, pois as propagandas podem ser mais exploradas na questão do próprio produto e seu diferencial de qualidade e preço do que a preocupação com a segmentação de públicos. O público online tem se tornado um só, aquele que procura comodidade, qualidade e leves prestações!

    Renata Perez 7° período/noite

    ResponderExcluir
  16. Hum, e eu que achei que meu comentário já estava postado a muito tempo,
    tecnologia as vezes atrapalah também!

    Então, acho mesmo que a facilidade de compras pela internet é um agente facilitador de vendas pra nós publicitários. Eu vejo essa mudança de comportamento dos internautas, que antes mantinham um pé atrás na hora de comprar e agora preferem compra em lojas online como algo que pra fazernos mudar.
    è tão interessante, a internet tem se tornado aos poucos um meio da massa também, precisamos de mais criatividade na mídia e também mais estratégias interessantes.
    Imagina quanta coisa boa vai surgir, quam sabe um mega idéia(em flash) ganha Cannes?
    Tudo é possível!

    Josiele C, 7º PP, Noite

    ResponderExcluir
  17. Completando o pensamento da nossa colega de classe, Josiele, acho que o publicitário terá que se adequar a estes novos comportamentos dos consumidores. Já faz um tempo que a internet vem sendo incluída nos planejamentos de comunicação como um dos principais meios anunciados. Tanto pelo preço baixo em relação às mídias massivas, quanto pela possibilidade de se atingir o público principal desejado.
    Basta agora às empresas apostarem cada vez mais na venda virtual para que o consumidor transforme o ebusiness um hábito natural.

    UHULLL

    ARTUR ANDRADE GOMES

    ResponderExcluir
  18. Bom, uma coisa é fato, a internet está dominando.
    Já era de se esperar que um meio que tá tomando aos poucos o lugar da televisão, fizesse com que os consumidores parassem de sair de casa para comprar.
    Eu, particularmente prefiro usar da internet como um meio de pesquisa, para depois ir à loja e buscar, mas não descarto umas comprinhas através dela de vez em quando.
    Na correria em que vivemos, praticidade e conforto é tudo. Então cabe a nós publicitários, aprimorar nossos conhecimentos e investir na internet para fazer esse povo comprar, comprar e comprar. Afinal, essa é a nossa profissão não é?

    Geralda Cristina Lino – 7º PP Noite

    ResponderExcluir
  19. Este é o mercado atual. Novos tempos estamos vivendo e a venda na internet, com certeza, irá crescer e muito. Quem comprou na internet uma vez, compra outras vezes e além disso, faz a verdadeira propaganda rádio-peão. Oferece comodidade, variedade e facilidade na escolha de produtos, preços e qualidade. O consumidor busca cada vez mais praticidade e o que a mídia e as empresas devem fazer é oferecer, investir nas vendas/ compras pela internet. Como disse o diretor da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, Sérgio Herz "O consumidor está aprendendo a usar a internet a seu favor", então, aproveitemos, nós, publicitários, esta oportunidade de investir nas vendas virtuais e tornar isso um hábito comum do consumidor.

    Julienne Felício Pereira
    7ºPP - noite

    ResponderExcluir
  20. O grande problema encontrado em algumas redes de e-shop é a falta de credibilidade que ainda apresentam. O fato do consumidor aprender a usar a internet em seu favo, comparando preços e vantagens é uma excelente notícia. Nós, profissionais da comunicação devemos estar antenados a esse mercado em amplo crescimento. Buscar as mehores formas de atingir o consumidor e o público alvo. Uma boa vantagem da internet é que ela é altamente setorizada em determinados públicos. É muito mais fácil você atingir um consumidor que gosta de leitura em um site de livros.

    Os grandes varejos entram na internet disputando em pé de igualdade com pequenos comerciantes. Quem faz o melhor preço ganha, apesar de nem semre o consumidor confiar em determinados sites.

    É um excelnte mercado em expansão. Inclusive para nós profissionais da comunicação.

    Edmar Ferreira 7º PP noite

    ResponderExcluir
  21. Para mim, isso é mais uma oportunidade para os profissionais de comunicação.
    O mundo on line tem um poder de expansão intangível.
    Em outro post que trata de um assunto parecido, salientei que temos que acompanhar esse processo de crescimento e fazer projeções para os novos perfis de consumidores, afinal também somos consumidores, podemos contribuir de todas formas.

    ResponderExcluir
  22. Sinceramente, quem não gostaria de resolver seus "problemas", ou fazer compras sem sair de casa, principalmente em dias chuvosos.
    Hoje em dia, com a tecnologia existente, nos proporciona muito isso. Resolver problemas de banco; empresas; fazer compras em livrarias; mercados; em geral, fazer compras em tudo.
    A empresa que não proporciona um jeito de comprar online, é vista com antiga, como passada, inadequada. O que o consumidor quer mesmo, é fazer tudo o que está ao seu alcance e algo além, sem precisar sair do seu conforto.
    E é a partir disso o meio publicitário terá que agir. Encontrar e disponibilizar diversas formas diferenciadas, que atinjam e desperte a curiosidade do consumidor para usufruí-las.
    Pode-se dizer que é um grande desafio, mas que pelo rumo que está tomando, já estamos conseguindo vencer e encontrar boas estratégias para conquistá-los.

    ResponderExcluir
  23. O crescimento das vendas pela internet não é de se surpreender, tendo em vista os investimentos que as empresas tem feito nesta mídia. Creio que hoje a internet é um meio onde as pessoas que compram estão em busca de comodidade, conforto e segurança. Mas acredito que a segurança é o principal fator que inibi o crescimento das vendas pela internet, e como publicitários devemos pensar em formas de tirarmos da mente do consumidor que a internet é um meio de compras inseguras.

    Fernando Amorim
    7º PP - Noite

    ResponderExcluir
  24. Acredito que isso mostra que o que fará a diferença é o que além do produto/serviço a empresa pode oferecer e como essa empresa fará com que o cliente escolha x ao invés de y.

    A globalização e a interação internacional do consumidor é eminente, ou seja além da competição entre empresas nacionais, estas tem que se preparar para uma concorrência mundial. Nossos "pequenos" varejistas terão que lidar com gigantes como a China.


    Concluindo: o consumidor tem mais opções, o mercado precisa se superar e além de vender o produto/serviço, precisa oferecer um diferencial.

    A publicidade precisa adaptar-se e segmentar cada vez mais o público que quer atingir, para fazê-lo com maior chance de êxito.

    O momento atual é de mudanças em diversos setores, principalmente na forma de negociação e abordagem de clientes.
    Faz-se necessário mudar para sobreviver.

    A internet traz opções e obrigação em modificar-se.

    Gabriela Delfim 7º período/Manhã

    ResponderExcluir
  25. A virada do comércio online está, na minha opinião, não ancorada na adesão das grandes redes, está sim na retomada de segurança pelo consumidor.

    Apesar dos 20 anos da internet, comprar pela web, essa que não se tem o produto nas mãos, não o vê e sente, é uma novidade para grande parte da população, principalmente as gerações mais antigas, que ainda vivem sobre o "Ver pra Crer".

    ResponderExcluir
  26. A compra pela internet ainda não é maior pelo motivo do consumidor não tocar no produto na hora da compra, porem, como os dados nos mostram esse consumidor está mudando e com a entrada de grandes nomes do mercado no meio online facilita o aumento de confiança do consumidor. Um impacto que pode dar na publicidade é de uma maior utilização das redes sociais, e tentar expandir, não só para redes sociais como também para midias classicas, que podem render belos frutos para o mercado online.
    Paulo Fernando Nobre 7°PP - Noite

    ResponderExcluir
  27. Hoje podemos dizer que, a internet é uma grande aliada da vida corrida do homem do século XXI. Através dela, sabemos em tempo real o que está acontecendo do outro lado do mundo sem precisar da TV, ficamos sabendo das notícias do dia, mesmo não tendo comprado o jornal que foi rodado no dia anterior, além dos inúmeros serviços que conseguimos obter pela internet, sem usar os métodos tradicionais. Tenho dúvidas de como chegar em um determinado local? Consulto o Google Maps. Não sei o telefone de uma loja? Procuro na Lista Telefônica Online. Hoje o mundo real se passa todo pelo mundo virtual. Não há o que eu queira, que não encontro na internet.

    As compras pela internet, ao meu ver, não bastam de comodidade, pois é bem mais prático pesquisar o produto, pesquisar os preços e finalizar a compra, tudo em menos de 2 horas, do que sair e fazer isso pessoalmente, pois seria necessário mais de 2 dias para se fazer uma boa compra, isso se a pessoa estiver por conta da compra (o que é muito difícil nos dias de hoje, pois temos outras obrigações a fazer).

    Acredito que o número de compras está aumentando cada vez mais, devido ao aprioramento de segurança do pagamento do produto ou serviço. Eu sou uma prova disso! Faço bem mais compras pela intenet, do que antigamente, pois hoje sinto mais segurança na hora de digitar o número do meu cartão, por exemplo. Sei que a compra pela internet ainda não é a forma mais segura, mas creio que estamos caminhando para que isso aconteça.

    O dinheiro eletrônico e compra pela internet, esse é o século XXI.

    Sthéfane Domingues - 7º PP

    ResponderExcluir
  28. A internet além de ser um meio que promove uma comodidade maior aos consumidores, por facilidade de pesquisa de produtos e dos preços, as vendas pela internet aumentaram com a entrada das lojas no comercio eletrônico e cada vez mais aumenta as vendas, esse tipo de comercio não se expandiu antes pela falta de segurança dos consumidores mas hoje em dia ficou tão fácil saber a procedência de cada produto que já não é mais uma barreira para esse meio de comercio não se expandir e nos como profissionais da comunicação temos que nos adequar o mais rápido possível a vida do comércio eletrônico.
    Kélvia Botelho 7º PP Noite

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Com certeza a internet e um novo meio de comunicação que surgiu e veio pra ficar, e claramente uma de suas principais funções são as compras feitas via internet, que facilitam e movimentam o mercado.
    A partir disso nós como publicitários devemos nos informar melhor sobre esse novo meio, e tentar usa-lo a nosso favor, possibilitando facilidades e inovações a nossos clientes.
    Pois é fato que as compras na internet vem crescendo muito, as pessoas estão cada dia + tomando confiança nesse novo meio de compra,devido empresas conceituadas já estarem usando a internet como forma de compra.

    Luiza Aguilar 7ºPP /Noite

    ResponderExcluir