segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Mais que o futebol, Olímpiada é fonte de sentimentos opostos



Por Antônio Prata - Folha de S. Paulo - 21/08/2016

O mestre Tostão vira e mexe bate nesta tecla: o futebol serve pra comprovar tantas teses que, no final, não serve pra comprovar tese nenhuma. A mesma pessoa que na vitória apregoa que ganhamos porque fomos todos pro ataque reclama, na derrota, que perdemos porque fomos todos pro ataque.

Além das questões técnicas, várias visões de mundo se escondem por trás do ludopédio: "Qualquer pelada é de uma complexidade shakespeariana", dizia Nelson Rodrigues -e há quem ache a complexidade mais pra brechtiana, pra melodrama hollywoodiano, tragédia grega ou esquete do Monty Python-, vide a gloriosa dancinha do levantador de peso de Kiribati.

Já discuti com mais de uma pessoa por afirmar que prefiro a derrota de 1982 à vitória de 1994. Se o futebol valesse alguma coisa, digamos, a paz na Terra ou o fim da fome na África, eu seria Zagallo e Parreira até o último fio de cabelo, mas ele só vale pela graça do jogo. Jogar feio pra ganhar de 1 a 0 é um pouco como passar a vida toda sem carne nem doce nem cerveja pra deixar, aos 104 anos, um saudabilíssimo cadáver.

Se o futebol já dá argumentos para gregos e troianos, o que dizer de uma Olimpíada? É como um saco de provérbios. Um dia você assiste ao pódio do Diego -"quem espera sempre alcança"- Hypolito (depois de cair de bunda, em 2008, e de cara, em 2012), e, no outro, à vitória do Thiago -"quem não arrisca não petisca"- Braz (subindo o sarrafo na final).

O grande corredor americano Steve Prefontaine dizia que não vencia por ser melhor do que os outros, mas por aguentar a dor como ninguém. A gente ouve isso e fica embevecido, repetindo o mantra da modernidade: qualquer um consegue qualquer coisa, basta se esforçar bastante. Aí vê o Bolt sorrindo e desacelerando no final das corridas e pensa o contrário: as pessoas nascem destinadas a serem o que são, é tudo genética, talento é um troço aleatório, não há muito o que fazer.

Robson Conceição foi desclassificado na primeira luta nas duas últimas Olimpíadas. Treinou, amadureceu, ganhou. Me comovo e penso que o mundo é justo. Mas aí a seleção feminina de vôlei perde pra China e penso, não, não, a vida é injusta, é preciso aceitar.

"O esforço vale a pena", "O esforço é inútil", "Yes, we can!", "No, we can't", são todas ideias contraditórias, mas não autoexcludentes. As coisas são e não são, já disse alguém por aí, não sei se Caetano, Heidegger ou Didi Mocó -todos têm suas verdades, não têm?

Até o fato de a Olimpíada no Rio ter dado tão certo, apesar das nossas mais do que justificadas expectativas, me traz sentimentos opostos. Meu lado otimista diz: viu só? Não somos destinados ao fracasso, quando a gente quer fazer uma coisa direito, a gente vai lá e faz. Aí entra o lado pessimista: o Brasil não é uma tragédia porque a gente não consegue resolver os problemas, ele é uma tragédia porque a gente não quer resolvê-los.

E, para não terminarmos esta última crônica olímpica com um travo na boca, afinal, Olimpíada, pra mim, é um acontecimento tão bonito como a seleção de 1982, deixo vocês com a incrível dancinha de Kiribati. A todos, um bom domingo.

Pessoal, será que dá para pegar uma carona e discutir sobre motivações? Tentando sair da caixinha, como, a partir do texto, podemos pensar sobre o que é motivação?

87 comentários:

  1. Camila dos Santos Rodrigues - LBA - Noite

    Considero o esporte um formador de caráter, é nele que se aprende a perder com dignidade e continuar seguindo em frente. Acredito que competir é mais do que ganhar ou perder, é amar o que faz e ir além, é acreditar em si mesmo. Um exemplo que o texto nos dá sobre motivação é do atleta olímpico, David Kotoatau, que independente do resultado comemora com uma dança, isso é aceitar que nem sempre se ganha todas, mas que com determinação é possível alcançar tudo que se deseja.
    A motivação é tema de pesquisa na psicologia, é comprovado que a falta dela dificulta a realização de algumas tarefas, como por exemplo, nos estudos, no trabalho, ou em um jogo de futebol. Se o ambiente em que você trabalha não te motiva, seus afazeres saem de qualquer jeito, se a torcida de determinado time não o apoia em uma partida, o jogo desanda. O mesmo vale para qualquer coisa que fazemos na vida, motivação é o que nos move, sem ela há apenas o esforço físico e mental. Quantas vezes já pensamos em desistir de alguma coisa e tivemos um conselho de um amigo, um professor ou um parente? Motivação é isso, é quando achamos que não temos nada a perder e vamos em frente, e se perder tentamos de novo e de novo.

    ResponderExcluir
  2. Weslei Marcelo - LBA23 de agosto de 2016 07:05

    O Futebol é um esporte que só quem gosta consegue entender, só quem gosta consegue sentir as emoções do gol.
    Antônio Prata é provavelmente uma pessoa que nunca vai enteder o amor de uma torcida pelo seu time.
    Alguns acham que o futebol não vale de nada, mas para algumas pessoas vale muita coisa. Nas periferias, nas classes dominantes,nas classes de meio termo, todos já bateram uma bolinha. Muitas vezes jogar futebol, ou ver o time ganhar, é a única diversão de algumas pessoas. Talvez nem os jogadores vejam dessa forma.
    Mas diferente dos outros esporte o futebol une todas as classes, quando um time é campeão você vai achar ricos, pobres, todos comemorando a vitória do seu time.
    Diferentes dos outros esportes.
    Mas em toda prática esportiva, existe a superação, o amor, etc.
    Eu diferente do Antônio prefiro sempre as vitórias. Discordo das olimpíadas terem sido um sucesso, nosso país fez uma linda festa! Mas ganhamos poucas medalhas, o que tampou os olhos do Brasil foi o ouro inédito no futebol.
    Eu como o Antônio também vejo o lado pessimista da situação, o lado em que o Brasil mais uma vez desrespeitou o povo ao fazer uma olimpíada em meio a tantos problemas.
    Mas deixando isso de lado, as Olimpíadas, o Esporte em geral, é algo lindo, algo que forma opiniões, algo que realmente é um sentimento de amor verdadeiro por quem faz o esporte, por quem gosta/admira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Weslei Marcelo - LBA - 6° Noite3 de setembro de 2016 18:08

      Weslei Marcelo - LBA - 6° Noite

      Excluir
    2. A motivação é algo que nos faz ir além, podemos usar tanto motivações positivas como grandes exemplos, apoio de quem confia em nós a vontade de vencer. Ou também as motivações negativas como experiências ruins, fracassos ( o que aconteceu com vários dos nossos atletas medalhistas). Mas o mais importante é o que a motivação pode nos levar, claro pra vencer é preciso muito mais do que motivação, mas ela é com certeza o ponto de partida.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho o esporte em geral motivador. É um exemplo de que sempre há uma saída. Um grande campeão olímpico pode gerar estimulos suficientes para motivar um garoto da periferia a sair do futebol jogado na rua e pisar em um estádio. Porém, apesar do esporte motivar as pessoas, são elas quem dão motivação para que muitos atletas se comportem de maneira diferente no dia do jogo e consigam a medalha ou um troféu. Esse tipo de motivação é muito saudável.

      Gustavo Henrique - LBB Noite

      Excluir
  4. Caio Leroy Corrêa - LBA - Noite.

    Acredito que o espírito olímpico está além do futebol, além de Neymar, além de Marta, do vôlei masculino e feminino e da natação. O espírito olímpico é apoiar não importa qual esporte seja, se for o desconhecido Isaquias do remo ou do salto com vara de Thiago Bráz, é vibrar, torcer e viver junto num coro só. Motivar os demais esportes e esquecer que não só o futebol é merecedor de uma massa torcedora, é assistir uma partida de tênis mesmo sem Gustavo Kuerten, o homem que colocou o tênis em evidência nacional, ou Thiago Pereira e César Cielo que alavancaram a natação como esporte. É apoiar os atletas de base, acreditar que aquela criança que pula na aula de educação física pode ser um futuro Diego Hipólito porém perde-se num bullying idiota sobre a sexualidade do garoto em questão, acreditar e apoiar a garota que joga futebol e não se joga no chão por qualquer topada e não ser considerada lésbica, o assunto diverge um pouco quando falo deste tipo de preconceito, mas que atrapalha e muito na formação e motivação desses pequenos atletas ainda num casulo. Que o espírito olímpico não tenha ficado apenas na Olimpíada Rio 2016, mas que nos jogos paraolímpicos, no campeonato de futebol de campinho de várzea, na ginastica artística do menino do interior, no jogo da menina que pratica badminton, no salto com vara, no tênis, no basquete de escolinha, que este espírito de apoio seja diário, constante e cada vez mais crescente entre nós brasileiros .

    ResponderExcluir
  5. Acredito que a motivação vem de cada um, como de outros. A olimpíada é um ótimo motivador, porque as crianças conseguem enxergar que esporte não é só futebol, que podem encontrar motivação praticando outras modalidades, o esporte é uma poderosa ferramenta de inclusão e formação de pessoas.

    LBB - Noite

    ResponderExcluir
  6. Para mim a motivação é algo essencial para que se possa realizar qualquer atividade, é ela que nos faz querer acreditar e realizar trabalhos cada vez melhores, seja em qualquer área. Os esportes, o futebol entre outros nos mostra claramente que a motivação é o que leva a excelência, e que sem ela é impossível realizar um trabalho realmente bom e se tornar um campeão. Aprendemos sempre com os atletas, que perder faz parte da vida e que isso não nos torna pior, e sim deve ser um incentivo para crescer e procurar ser cada vez melhor, o que importa sempre é dar o nosso melhor.
    O que forma o ser humano não é só ganhar, perder faz parte dessa construção, perder está ligado a se motivar, mostrar que apesar da perda podemos sempre ser melhor.

    Rafael Mártir - LBB noite.

    ResponderExcluir
  7. Motivação é o que nos ajuda a atingir nossos objetivos, nossas metas, nossos sonhos, não temos dúvidas de que sem motivação fica muito mais difícil de alcanças nossos objetivos e sonhos. Muita das vezes é a motivação que nos leva a vencer a conquistar o que tanto queríamos, e no esporte é assim, as vezes tudo que um atleta precisa é da motivação da sua torcida ou da sua família, fica muito muito mais fácil alcançar algo que aparentemente é difícil quando se é motivado. Mas o problema é que achamos que sempre vamos vencer, não é porque somos motivados a algo que significa que vamos conquistar aquilo, quando não é pra ser, independente da motivação que recebemos, não conquistamos, e precisamos aprender isso, para não nos decepcionarmos com a falha também, porque da mesma forma que aprendemos ganhando, aprendemos algo perdendo também.
    Gracielle Nascimento LBB noite

    ResponderExcluir
  8. Para ser clara, os jogos Olímpicos me trouxe alguns questionamentos. Será que devemos ser patriota e amar nossa pátria só quando estamos em competições com outras nações? Damos o sangue enquanto estamos torcendo pelo nosso país, mas nos esquecemos dessa "entrega" assim que os jogos acabam. Na verdade o "espírito olímpico" deveria existir dentro de nós a todo momento, seja política, na educação, no nosso dia-a-dia. Esse sentimento que aflora em nós, deveria existir sempre em nossa luta diária por um país melhor.

    Vivian Alvim Coutinho
    PP - noite (6º período)

    ResponderExcluir
  9. Começo o comentário dizendo que amei as Olimpíadas (só pra constar), foi lindo ver o Brasil sambar na cara da sociedade e mostrar que a vida não é só 7x1.
    Acredito que no esporte a motivação faz bastante diferença tanto a motivação do próprio jogador quanto a da torcida, mas o esporte também envolve sorte. Assim como disse no texto, é injusto ver a seleção feminina de vôlei perder pra China todos sabendo que elas mereciam a vitória. Mas, a vida é assim. Se dependesse somente da motivação seria mole.

    Núbia Gabriella Ferreira Alves
    LBA noite

    ResponderExcluir
  10. Heider Torres LBA noite
    A olimpiada foi um acontecimento único no nosso país, embora tenha ocorrido em um momento não tão propicío para o país, então foi um acontecimento com muito receio dos brasileiros. Mas o quanto isso tudo parece incerto também nos mostra o quanto o brasileiro quer mostrar definitivamente que somos capazes de fazer algo do porte de qualquer país. Isso é o que nos move, o que nos motiva, não só no esporte, mais a cada momento e a todos brasileiros e cada ser humano! Tudo podendo ser para o bem ou mal, mas acontece o tempo todo.

    A motivação que está entranhada no nosso ser, é a motivação que nos move, e a nossa ação de cada dia. E claro que cada atleta deve incentivar sua própria motivação interna. Portanto devemos sempre nos motivar para que possamos alcançar nossos objetivos tanto sendo para o esporte quanto para a vida.

    ResponderExcluir
  11. Heider Torres LBA noite
    A olimpiada foi um acontecimento único no nosso país, embora tenha ocorrido em um momento não tão propicío para o país, então foi um acontecimento com muito receio dos brasileiros. Mas o quanto isso tudo parece incerto também nos mostra o quanto o brasileiro quer mostrar definitivamente que somos capazes de fazer algo do porte de qualquer país. Isso é o que nos move, o que nos motiva, não só no esporte, mais a cada momento e a todos brasileiros e cada ser humano! Tudo podendo ser para o bem ou mal, mas acontece o tempo todo.

    A motivação que está entranhada no nosso ser, é a motivação que nos move, e a nossa ação de cada dia. E claro que cada atleta deve incentivar sua própria motivação interna. Portanto devemos sempre nos motivar para que possamos alcançar nossos objetivos tanto sendo para o esporte quanto para a vida.

    ResponderExcluir
  12. O país do futebol deixou de ser apenas o país do futebol para ser casa de todos os esportes. É bonito ver o povo torcendo para outros guerreiros, além de Neymar e Marta. É bonito ver o povo torcendo para o juiz brasileiro porque não tinha nenhum boxeador brasileiro no ringue. É esse o tipo de espírito olímpico que motivou a todos nas últimas semanas. Ninguém esperava muito dessas Olimpíadas, mas só a abertura foi de tirar o fôlego. Mostrou que o país do carnaval sabe fazer festa, sabe acolher muito bem. Sabe acolher todas as misturas. O evento foi lindo, independente de ouro, prata ou bronze. Foi bonito porque estávamos todos torcendo juntos. É o momento em que torcer é maior que crise, é maior que política... é maior que essa coisa horrorosa toda. A nossa motivação, mesmo que por pouco tempo, foi essa prima chata que ninguém queria que viesse, mas veio, alegrou todo mundo e agora que foi embora, deixou saudade.

    Raianny Paiva - LBA

    ResponderExcluir
  13. A motivação nos leva e querer e nos leva a gostar. De acordo com esse artigo e com o que observo no dia-a-dia é que no Brasil as pesssoas só gostam das coisas quando vão bem, por exemplo: o futebol, e quando perdem não gostam mais. Um questionamento que sempre vem feito é: como num país com tantos problemas sociais podemos nos desperçar com futebol?. No meu ponto de vista as olimpíadas fugiu um pouco disso, sendo mais motivante para as pessoas, ganhando ou perdendo, a nova geração se encaixou no perfil dos olImpicos e pode levar esse sentido de motivação para a vida num lado positivo.

    ResponderExcluir
  14. Motivação é o que nos faz dar o nosso melhor para conquistar nossos objetivos. A olimpíada em si, como todas foi maravilhosa do inicio ao fim, todas as historias que conhecemos, não só dos nossos atletas, mas também de atletas de outros países. Diferente das outras edições o brasil deixou de ser apenas o pais do futebol, acompanhou todos os outros esportes, vibrou, celebrou e foi feliz com todas as conquistas que tivemos, houve tristezas como a seleção de vôlei e futebol feminino perdendo medalhas, mas também aconteceram alegrias, não podemos esquecer que que essa edição foi a que o brasil mais conseguiu medalhas, sendo um incentivo e motivação para as próximas edições.
    Anna Carolynne LBA

    ResponderExcluir
  15. As Olimpíadas em si já é algo motivacional.
    Os Jogos Olímpicos servem para mostrar a diversidade do esporte e motivar pessoas, com exemplo de atletas de vários países. Uma criança é facilmente influenciada por um lutador de seu país que ganha uma medalha de ouro, ou por uma dupla feminina de vôlei que comemora a medalha de prata com o mesmo valor do ouro. Motivação nada mais é do que um incentivo que te "empurra" para frente e te faz acreditar que seus sonhos podem dar certo, e nada melhor do que um atleta olímpico como exemplo para essa pessoa, além das paraolimpíadas que acima de motivação é um exemplo de superação de seus competidores.

    Dárcio Júnior - LBB

    ResponderExcluir
  16. As Olimpíadas em si já é algo motivacional.
    Os Jogos Olímpicos servem para mostrar a diversidade do esporte e motivar pessoas, com exemplo de atletas de vários países. Uma criança é facilmente influenciada por um lutador de seu país que ganha uma medalha de ouro, ou por uma dupla feminina de vôlei que comemora a medalha de prata com o mesmo valor do ouro. Motivação nada mais é do que um incentivo que te "empurra" para frente e te faz acreditar que seus sonhos podem dar certo, e nada melhor do que um atleta olímpico como exemplo para essa pessoa, além das paraolimpíadas que acima de motivação é um exemplo de superação de seus competidores.

    Dárcio Júnior - LBB

    ResponderExcluir
  17. Olimpíada do Rio 2016, talvez tenha sido o que mais motivou os brasileiros, mas não foi o suficiente para que o país ficasse no topo do quadro de medalhas.
    Motivação, podemos dizer que é um impulso que ajuda as pessoas a atingir um determinado objetivo. Já sabemos que a olimpíada na nossa casa ajudou os atletas, mas também sabemos que não foi suficiente.
    Por que não? Talvez seja a falta de estrutura, estratégias ou potencial. Porem, temos isso tudo, mas o maior problema pode ser a desvalorização de algumas modalidades. Existem atletas que possuem, tempo, dedicação e qualidade, além da motivação, mas o seu reconhecimento como atleta não chega e isso pode prejudicar. Têm-se possíveis ganhadores do ouro e se eles não têm apoio, do que adianta?
    Danilo Rodrigues- LBB 21

    ResponderExcluir
  18. As Olimpíadas trazem em cada passagem o espírito competitivo, as provas necessárias para que cada atleta prove o seu valor.
    O ego, se tratando de ser o "diretor e avaliador que determina as vivências e atos do indivíduo", é o principal fator motivacional tanto para o atleta quanto para o país que está sediando os jogos.
    A partir do exemplo citado do boxeador Robson Conceição e o ginasta Diego Hypolito, bem como demais matérias jornalísticas vistas, pude notar que suas histórias de superação não se tratavam apenas da conquista da medalha olímpica mas também de honrar o país natal que desta vez, era a sede dos jogos, algo motivado pela necessidade de se mostrar o melhor em casa. É a terra natal destes atletas que foi posta a prova, seja dentro dos jogos ou fora, já que o Brasil foi por muitas vezes desacreditado de que poderia ser um bom anfitrião. A motivação estava aí, provar que nem só de Samba e carnaval é feito o Brasil.
    Além destes casos, histórias como de Isaquias Queiroz e Rafaela da Silva, medalhistas inéditos para o Brasil, que tem nas raízes de sua história o sofrimento de uma vida pobre, e agora a glória obtida pelo mérito de seus esforços, motiva muitos brasileiros da periferia, à prática dos esportes como fuga da vida severa que levam.

    Débora C. de Souza - LBB

    ResponderExcluir
  19. Diego Martins - LBB Noite.
    A Motivação está dentro de cada um de nós, a palavra se auto define, "Motivo para Ação" é preciso existi uma causa para eu me auto-motivar, ou seja, é quando colocamos motivos importantes nos diversos contextos da nossa vida, sendo assim as chances de nos motivar se torna maior. As pessoas que são verdadeiramente motivadas quando estão diante de um obstaculo não desanimam, elas encaram o desafio como se fosse mais um degrau para alcançar o pódio.

    ResponderExcluir
  20. A motivação vai muito além, vai na vontade de superar o que todos julgam insuperável, nós temos essa mania de querer como disse Neymar "calar a boca de todo mundo." Junto com a Olimpíada vem as caixinhas fulano vai ganhar nesse esporte porque seu país tem estrutura e etc, beltrano vai ganhar porque é o melhor, e popularmente falando Thiago foi lá e calou o mundo todo, mas por que ficamos tão surpresos com a vitória? Porque vivemos com rótulos, o Brasil é rotulado como o país do futebol, o maior problema das caixinhas é esse, o inesperado acontece o improvável se torna provável.

    ResponderExcluir
  21. Fábio - LBA - Noite
    Bom podemos usar de exemplo o esporte para a persistência, claro que não há persistência sem motivação, o Esporte é um formador de heróis, podemos caracteriza-los assim.
    Muitos dessas pessoas se dedicam a se superar e dar o máximo de si para chegar ao pódio, mas o processo de se tornar atleta é árduo e durador, nele o atleta forma opiniões , caráter, disciplina e pessoa.
    Grande parte desses atletas são de classes menos desfavorecidas em questão de poder aquisitivo, mas são favorecidas por um instinto vitorioso,assim como o famoso "Brasileiro não desiste nunca" e veem ao esporte para deixar o nome marcado, as vezes não pela medalha, mas pela carisma, identidade, lealdade, fidelidade, representatividade do seu pais assim como Kiribati.
    A motivação do atleta é o reconhecimento do seu mérito, independente de qual forma seja recompensado, o ideal é uma medalha, mas a sensação de escutar as palmas de um estádio lotado é arrepiante.

    ResponderExcluir
  22. Matheus - LBA Noite.

    Como vimos em aula, a motivação está dentro de cada um de nós. Ela é alimentada pelo incentivo que recebemos e faz que consigamos nossos objetivos.
    Esse incentivo é essencial e pode partir de diferentes fontes para nós, seja através da fé, dos estudos, do esporte e etc.
    O esporte tem um papel importantíssimo de incentivo, pois ele ensina os atletas a conhecerem suas limitações e entenderem os seus objetivos, trazendo o autocontrole nas várias esferas da vida.
    Como em todas as coisas que nos sucedem, somos pegos em dicotomia, acreditando e duvidando das "N" possibilidades. Basta cada um de nós alimentar o lado que nos importa, mesmo contra a nossa própria vontade. Pois como no esporte, aqueles que estão mais bem preparados seja física ou mentalmente alcançarão a vitória.

    ResponderExcluir
  23. Gabrielle Rosa - LBA - Noite

    Sem dúvidas, devido a grandeza do evento, temos a oportunidade de conhecer e exaltar diversas histórias ali presentes. A lição aprendida por mim nesta edição foi a grandeza e a importância da empatia.

    Graças a ela, torcemos e choramos com o pódio do Diego, lutamos com e pelo futebol feminino, acreditamos no futebol masculino e vibramos com a pequena Flavinha.

    Dessa forma, percebemos mais uma vez a grandeza do esporte não só para aqueles que o praticam, mas para todos que o cercam. Valorizamos a superação e a força de um sonho. Valorizamos também as famílias, as diversas criações e valores que permitiram que cada atleta chegasse neste lugar.

    ResponderExcluir
  24. Rafael Duarte Lincoln de Almeida - LBA


    As Olimpíadas do Rio 2016, não foi somente um "tapa de luva" na sociedade, mas sim um aprendizado de vários lados. Óbvio que não era um momento propício para tal, porém, fomos tomados de lições.

    A motivação por si só vem de dentro. Ela é interna e construída ao longo do tempo. Sendo assim, os medalhista olímpicos, com certeza possuem motivações geradas dentro de si há anos. Com ambição de subir em um pódio olímpico. Essa condição é interna e duradoura em alguns casos.

    Não é possível implantar uma motivação, mas sim, crescer como uma semente de árvore ao longo da vida ou da conquista desejada.

    Sobre o "tapa de luva" das Olimpíadas Rio 2016: Soubemos utilizar tudo que há de bom dentro de um brasileiro. Sempre escorraçado, o torcedor do país sede, soube dar um show. Os medalhistas, aplausos à parte. Não é, Diego Hypólito? Perseverança é tudo. Sua motivação lhe fez grande!

    Obrigado, Olimpíadas Rio 2016. Você nos fez aprender bastante coisa, dentre elas: Alegria, acreditar, sorrir apesar de tudo, superar e valorizar o que temos. E ah, também exaltar as motivações pré existentes em nós. Elas nos faz chegar mais longe!

    ResponderExcluir
  25. O esporte e uma máquina de motivação,ainda mais quando é realizado em seu país de origem.Isso nos faz querer da mais e mais para reprendentat o país com louvor,não queremos fazer feio para o povo que aguarda que o atleta se supere cada vez mais,conquistando vitórias e mais vitorias.o incentivo vem de si.ele é conquisto com garra e determinação, a motivação pode vim de insetivo tá feliz ou para um feito importante por isso o atleta se dá o máximo para representar uma nação isso o motiva ainda mais a vencer.

    ResponderExcluir
  26. Motivação é lutar, treinar e ganhar. Motivador é ver seu ídolo subindo ao pódio, depois de tantas derrotas, depois de tantas tentativas frustradas. Motivação é se esforçar hoje, correr contra o tempo, lutar contra o mundo e não ganhar mais essa. Perder faz parte do jogo, perder é alimento pra quem tem sede de vitória, é incentivo de ser melhor cada dia, sabendo pois que em um jogo ganha quem mais se esforça. Consegue alcançar quem tem incentivo de sair do último colocado e virar campeão.

    Rhayane O. Santos - Lbb Noite

    ResponderExcluir
  27. Sâmara Paz da Silva (LBA)
    O que mais achei interessante no texto é a discussão de "Yes, we can" X "No, we can't". Quando se contrapõe as ideias de "quem acredita sempre alcança" e "aquele ali nasceu com o dom" a gente percebe diferentes "formas" de motivação que não se excluem (como diz bem o texto). Sendo motivação como algo intrínseco ao ser e relativamente duradouro, as olimpíadas servem para refrescar esse espírito na população. Servem para junto do Hypolito, a gente sentir que mesmo reprovando 75 vezes em uma matéria, a gente pode chegar lá! Serve para entender que basta autoconhecimento o suficiente para descobrir qual é nosso casamento perfeito, como Bolt e as pistas. Serve para dar um "F5" no mind set e reajustar o ritmo dos objetivos.

    Além desse lado de incentivo, as olimpíadas ainda são espetáculos de cases de sucesso. São pessoas "comuns" que moldam suas vidas com sacrifícios incontáveis prol de um objetivo pessoal. Porque, sejamos justos, falar que ser atleta é uma vida confortável, agradável e lucrativa, é mentira! As pessoas que se dispõem a esse lifestile provavelmente sentem satisfação no processo. Acreditam na função e na execução daquilo que fazem. Investem em conhecimento com treinos e jornadas exaustivas. Se engajam no esporte e acreditam na função social (e maior) da modalidade. São exemplos de "como colocar em prática os principais pilares da motivação".

    Quiçá, um dia, quem sabe, talvez... chegaremos perto desse nível de aproveitamento motivacional.

    ResponderExcluir
  28. Acredito que o esporte gera certa motivação. Mas, a motivação depende de cada pessoa e do momento em que ela vive.
    Ela está presente em cada um de nós, e a medida que vemos algo que nos motiva, estamos certos de que o alcance do objetivo não é impossível.
    Os Jogos Olímpicos trazem essa idéia de superar desafios. Principalmente quando nos deparamos com as histórias de vida de alguns atletas, isso querendo ou não gera uma motivação, uma força a mais para não desistirmos daquilo que almejamos.
    A Olimpíada Rio 2016 mostrou muito essa parte. Os atletas nos mostraram como sair da lama e chegar ao topo. Cada um na sua luta individual ou coletiva de alcançar a tão sonhada medalha de ouro e por fim se consagrar um “herói”. Aliás, muitos deles não conseguiram um lugar no pódio, mas acabaram se tornando “hérois”.
    Rimos, choramos e participamos de todos os momentos proporcionados por essa Olimpíada, e no fim percebemos a grandeza que o esporte representa. Seja para quem o pratica e o faz de profissão, seja para quem apenas o admira e o cerca.

    Gabriella Camila - LBB / Noite

    ResponderExcluir
  29. Vou começar dizendo que achei injusto o vôlei feminino perder para a China.
    Eu acredito, assim como muitas pessoas também que o esporte é uma grande motivação sim, principalmente jogos olímpicos, que vai além das medalhadas, além de ver os ídolos do esporte competindo. É força, luta, dedicação, um exemplo é o Diego Hipólito que caiu diversas vezes mas nunca desistiu, isso incentiva porque a criação ou adolescente que está ali assistindo, que se sente desmotivado pensa "ele é meu ídolo, se ele não desistiu mesmo depois de tantas quedas, porque eu vou desistir? Vou tentar também."

    Vou dar um exemplo que aconteceu comigo , eu e minha família nos reunimos pra assistir a ginástica artística, e minha prima com 5 anos enquanto assistia foi imitando do jeito dela e falou que queria ser ginasta porque se identificou com o esporte, algo que agradou ela e está com essa ideia até hoje, ou seja, as meninas da ginástica motivaram ela a querer fazer o mesmo, por se identificar com o esporte e acho que é isso que as olimpíadas trazem, conhecer e se reconhecer dentro de uma modalidade.

    Kathleen Thais Ferreira- LBB NOITE

    ResponderExcluir
  30. Interessante a forma que o texto aborda alguns assuntos, assuntos esses que acabam ligando acontecimentos a motivação. Um exemplo disso é quando cita o Diego Hypolito e as suas duas perdas significantes nas ultimas olimpíadas, perdas essas que o motivaram a dar o seu máximo e sair com medalha.
    No esporte o talento conta muito, mas a motivação é um dos pontos importantes para a vitória, tanto dos atletas quanto da torcida. O esporte não só é motivado, como também motiva.
    Nada mais justo falar também da abertura das olimpíadas, onde a motivação foi o carro chefe, com grande quantidade de colaboradores unidos para mostrar pro mundo que o Brasil não é só crise.
    Roberta Rocha LBB

    ResponderExcluir
  31. O esporte em geral, principalmente nas olimpíadas onde muitos deles tem mais visibilidade, é muito motivacional. Ver um atleta que lutou, treinou tanto para estar ali, para ganhar uma medalha. Ver uma pessoa como nós que sonhou e conquistou, motiva a todos não só no esporte, motiva a crescer, conquistar, a realizar sonhos. Nossos sonhos. Motivação vinda do esporte te da esperança, orgulho e vontade de também conquistar algo.

    Laíse Rocha - LBB

    ResponderExcluir
  32. Rogerio sabino fraga /lba ra 314116826

    A palavra da vez motivação, esperança; ficou bem claro para todos os brasileiros a visibilidade que o pais teria apos as olimpíadas, e ficou bem claro como o povo brasileiro e querido la fora, e a forma como todos torcera e lutaram pra chegar ate o fim,a emoção de um gol, de um ponto , de um ganho de uma medalha todos vibraram juntos, choraram, se decepcionaram e viveram aquele momentos juntos que foi muito importante.

    ResponderExcluir
  33. As Olimpiadas 2016 proporcionaram um grande valor para o nosso país. Nos permitiram ser vistos, em rede global, para todo o mundo. Nós abrimos a porta do nosso país para pessoas de diversas culturas, fomos sujeitos a críticas e a elogios; fomos agraciados e agradecidos por essa oportunidade. O que inicialmente foi colocado como "um evento de grande porte para um país como esse" se tornou um grande sucesso. A abertura e o fechamento celebrou com grande festa a diversidade cultural do Brasil, e a nossa capacidade de sonhar grande e conquistar isso. Graças a que? A motivação de fazer bonito diante do mundo inteiro; a motivação de mostrar que somos capazes. E a motivação é algo que vem de dentro, que nos leva pra frente e nos impulsa a sermos melhores. Assim como a motivação dos atletas que se dedicam a vida inteira para chegar nas Olimpíadas e conquistar uma medalha pro seu país. Não importa se o Brasil perdeu o vôlei feminino para a China; só de estarem ali, nossas meninas já eram vencedoras. Só de concorrer com o Bolt, os atletas já se mostraram capazes. O que importa é o quanto todos os atletas lutaram para ter essa oportunidade e o quanto eles se motivaram a isso. E foi lindo. Então sonhe, lute e conquiste. Sonhe alto, chegue lá. Afinal, sonhar grande ou pequeno dá o mesmo trabalho. E que venham as paralimpíadas!

    Sofia Cury, LBA - noite

    ResponderExcluir
  34. Já aprendemos que a motivação é um fator que vem de dentro do ser humano. Acho que isso está muito ligado com a vontade de satisfação e sentimento de realização pessoal, o que para um atleta seria mais satisfatório do que ser medalhista em seu próprio país, mas a motivação não ficou ligada apenas aos atletas mas também a torcida, o que seria mais satisfatório para um torcida do que fazer uma linda festa e passar uma ótima imagem do país para as pessoas que vieram de fora ou estariam assistindo em outro país?

    Gabriel Vinícius Alves - LBA, noite.

    ResponderExcluir
  35. Jean Alfredo - LBB Noite

    A motivação é um processo individual e interno o que, por si só, dificulta uma padronização (ou, em outras palavras, colocar em caixas). Pensando nisso, o texto apenas reproduz a dualidade do ser humano. É, da fato, capaz de que algumas vitórias no futebol num determinado momento seja para um, um fator que impulsiona a motivação extrínseca; mas em outras situações não cause o mesmo efeito ou tenha o efeito contrário.
    Cada atleta, cada pessoa, irá se espelhar naquilo que condiz unica e exclusivamente a ela; e assim às verdadeiras vitórias serão validas ou não por si só.

    ResponderExcluir
  36. Fabricio Siqueira-LBA Noite

    Futebol provoca paixão, amor, raiva, desatino. Outros esportes têm torcida, mas o futebol é avassalador.
    Em muitas cidades do interior só se conhece o carnaval pela televisão, mas há sempre um campinho e em torno dele a cidade se reúne até para discutir outras questões. Engana-se quem pensa que o futebol é apenas um jogo nas quatro linhas. É uma grande representação de culturas. E viva o futebol que ajudou a expor, desta vez, as mazelas do Brasil e fez a Copa das Confederações virar a Copa das manifestações.
    O nosso maior inimigo está dentro de nós mesmos. Um preconceito ou conceito ultrapassado pode ser tão incorporado em seu pensamento,brigamos todos os dias com nos mesmo para libertar e sair fora da caixinha, superar nossos limites e busca essa motivação constante.

    ResponderExcluir
  37. A motivação parte de cada um. Após um fracasso é natural um atleta correr atrás para se superar naquilo que não foi bem, um caso são os atletas olímpicos. Foi emocionante ver atletas que ninguém dava nada para eles conquistando medalhas e superando os próprios obstáculos, mas nada disso teria sido conquistado se não houve motivação, pois é à partir dela que o atleta busca superar o que aconteceu no passado.
    O futebol é considerado paixão nacional, mas muitos pensam que é apenas uma forma de entretenimento e enriquecimento dos times e jogadores. O mesmo aconteceu com a Olimpíada. As pessoas acreditaram que seriam mais um grande evento no país com obras superfaturadas, estrangeiros se divertindo e nenhuma melhoria para a população. Tanto dinheiro gasto e faltando investimento do setor público em saúde, educação, entre outros. Este investimento poderia até ser uma forma de descobrir novos atletas, como é o caso da Rafaela e Isaquias, que saíram da periferia e conquistaram medalhas, mas nada teria sido conquistado se não fosse investimento em programas sociais.
    A Olimpíada no Brasil pode ter sido um grande passo para motivar crianças e jovens a entrarem no mundo dos esportes e se tornarem futuros atletas, superando o medo e obstáculos.

    Rafaela Cavalcanti Ribeiro - LBB Noite

    ResponderExcluir
  38. Emanoel Lopes - LBB Noite5 de setembro de 2016 06:05

    Acredito que a motivação é particular de cada um. As olimpíadas no Brasil se transformou em algo motivador para algumas pessoas, como por exemplo os atletas que moravam em periferias em meio ao mundo do trafico e violência e encontraram no esporte uma porta saída e alternativa de construir uma nova vida, e ao mesmo tempo desmotivador para alguns brasileiros que viram as olimpíadas com altos gastos que ao invés de serem utilizados para no grande evento poderiam ser convertidos em benefícios para a população do país. Para outros a motivação pode ser vista na abertura das olimpíadas, na demonstração do país com mistura de todas as raças e cores, do país com a grande diversidade de fauna e flora, do alerta ao nosso presente a enxergar o nosso futuro da demonstração de carinho e afeto que só encontramos no Brasil. É incrível como uma mesma "coisa" pode servir de motivação de diversas formas para diversas pessoas, como as olimpíadas.

    ResponderExcluir
  39. Bárbara C. Rodrigues - LBA Noite
    A motivação é sim um fator pessoal, entretanto é necessário também fatores externos como apoio familiar ou o apoio de uma grande torcida no caso das olimpíadas. De fato e um marco vencer nas Olimpíadas e isso inspira novas gerações a seguir o esporte e leva certa visibilidade para nossos atletas e o aumentou consideravelmente da motivação para competir. Entretanto é necessário muito investimento e dedicação por parte dos atletas e mais do que o fator competitivo é uma questão de superação.Acho que o motivador dessas olimpíadas foi a superação, em todos os sentidos, tanto para quem projetou o evento quanto para os atletas que se esfossaram ao máximo para fazer bonito e conquistar as medalhas ou melhorar e posicionar algum esporte. Tratando do publico, levou sim esperança e motivou muita gente a criar novas alternativas de trabalho para tentar superar a crise econômica atual. São fatores inversos e contraditórios, mas a motivação é tão individual que fica impossível mensurar o que vai motivar a todos a chegar em algum objetivo.

    ResponderExcluir
  40. Pegando carona no contexto das olimpíadas podemos ver vários exemplos de superação e garra, que estão consequentemente ligados à determinação. No esporte, a determinação é fator importante para se chegar onde quer, afinal para ser um atleta de renome exige muita concentração e força de vontade. Somente um atleta determinado consegue chegar ao pódio. Há aqueles que nascem com um dom, mas não basta apenas ter esse dom, é necessário se esforçar e correr atras, fazer por merecer. As Olimpíadas RIO 2016 nos levou a enxergar alem daqueles "favoritos" na sua modalidade, ou o mais popular no seu país, é preciso reconhecer aquele esporte não valorizado, aquele atleta da periferia e abrir os olhos para o novo.
    Camila Gosling LBA

    ResponderExcluir
  41. Os jogos olímpicos é um evento de suma importância para atletas que buscam crescer, vejo no esporte um enorme fator motivacional, uma abertura para aqueles que querem mudarem de vida, seja pela vida financeira, emocional ou espiritual. Ser atleta não é fácil viver disso piorou, já fui atleta convivo com atletas e sei como é, exige um grande esforço o seu melhor, é preciso lidar com alimentação ideal, treinos, tempo, dor, dinheiro . Existe grandes barreiras e para supera-las o individuo tem que ter sua motivação, motivação na qual encontra-se dentro de nos mesmo, mais aquele que faz o que gosta tem prazer naquilo e consegue ir além do que posso imaginar. Chegar onde queremos, cumprir nossas metas, fazer valer apena a vida é difícil, mais se não temos força e garra não se pode chegar em lugar algum, não tem como fica esperando uma outra pessoa para te dar as mãos e te ajuda, nos próprio temos que nos ajudar. Existirão dias bons e vitorias, no qual ficaremos orgulhosos de nos mesmo, mas também existirão dias maus nos quais serão os ideais para apreendemos a nos aperfeiçoa no aprendizado da vida. Seja na perda ou na vitória o ser humano tem que saber lidar com as situações que a vida nos colocar, é como diz uma veja frase - lutar sempre, vencer talvez, desistir jamais.

    KARINA VIEIRA SILVA LBB NOITE

    ResponderExcluir
  42. Para mim motivação é algo pessoal, que nos supera todos os dias, que nos fazem melhor, uma fonte de energia de esforços , de nos fazer renovado. É buscar inspirações através de pessoas ou algo para nos motivar cada vez mais.

    Fernanda Teles - LBB NOITE

    ResponderExcluir
  43. Motivação vem de vários fatores importantes, tanto externos quanto internos, como por exemplo: força de vontade,foco,pessoas te apoiando,amor, enfim , a motivação não vem sozinha e nem vai sozinha, ela é um meio na qual as pessoas veem alguma mudança na vida delas.
    Quando uma pessoa realmente quer aquilo ,se sente motivada, ela ta escolhendo mudar de vida,sempre pensamos em mudanças positivas, mas nem tudo é perfeito,por isso que quando dá errada e ela esta inspirada, apessoa vai fazer de tudo parar dar certo.
    Antes de entramos pra faculdade,nós tínhamos um sonho de querer pular mais um "degralzinho" para nossa vida que nos faria ser "alguém" , nós tínhamos este sonho, vontade,mas sera que tinha motivação externa? Não todos, dependendo do curso, os pais desmotivam os filhos falando que não da futuro ( no caso dinheiro) e outras mil coisas.Porém, se a pessoa tem amor por aquilo, foco e motivação propria , ela consegue alcançar seus objetivos.
    O mesmo acontece com profissões, no atletismo e em outras ocasiões da vida.
    Ana Gabriela-6° LBA- Noite

    ResponderExcluir
  44. Penso que cada um, irá se apoiar no discurso motivador que lhe é mais conveniente na ocasião. Como apresentado no texto, um discurso não exclui o outro, em um caso, a ideia de que quando há dedicação, esforço e fé, o desafio se torna possível; do outro lado a afirmação de que o "dom vem de berço."
    Voltando ao assunto da motivação em relação aos esportes e a Olimpíada, penso que a principal motivação de todos os atletas, seja a mesma, que é a auto-realização, algo do interior de cada um, algo que contribua com sua auto-estima e supra suas necessidades. Penso também, que independente de qual seja a motivação, ela é importante e tem que existir, pois sem ela a competição não fará sentido.
    Gostaria de lembrar um fato que me chamou atenção durante as Olimpíadas e se relaciona com o assunto. Felipe Wu, atleta do tiro ao alvo que foi o responsável por ganhar a primeira medalha do Brasil, declarou após a conquista, que sempre competiu sem um apoio grande da torcida, e pensava que na hora do tiro, era ele, a arma e o alvo, e nada poderia interferir. Porém ao fim da prova, ele reconheceu que a força vinda das arquibancadas, poderia sim o motivar, assim como aconteceu, e segundo ele, a torcida foi importante e o motivou rumo a medalha.
    -
    Rodrigo Parreiras Campos - 31412272
    LBA - 6º período - Noite

    ResponderExcluir
  45. Muitas pessoas acham que a motivação é um traço pessoal, alguns a têm e outros não. Sabemos que a motivação é o resultado da interação entre a pessoa e o seu objetivo. A motivação vem com os interesses que a pessoa tem, tendo força de vontade, foco e determinação para atingir o seu objetivo. Cada pessoa irá focar naquilo que condiz a ela. Há pessoas naturalmente mais motivadas do que outras, assim como há pessoas mais simpáticas, mais emotivas, mais agressivas etc.Podemos definir a motivação basicamente como os motivos que nos levam às ações em busca de nossas metas pessoais em diferentes aspectos de nossas vidas. Pode ser exemplificada também como a direção e a intensidade de nossos esforços. Como por exemplo, estudar para passar no vestibular ou treinar intensamente o ano todo para ganhar um campeonato de natação. As Olimpíadas Rio 2016 foi fonte de motivação para muitos atletas, inclusive os brasileiros, que disputaram em casa e queriam fazer bonito para sua torcida.

    Natália Regina de Oliveira - LBA

    ResponderExcluir
  46. Douglas Rodrigues LBB-Noite.

    A motivação é um fator muito singular, ela vem das mais variadas formas, como um grito na torcida, um puxão de orelha da mãe, um desafio pessoal, a vontade de provar algo para alguém ou para si mesmo, e justamente por isso cada um reage a ela de uma maneira diferente. Os atletas olímpicos se motivam sempre para alcançar resultados melhores e bater marcas cada vez mais impressionantes, os pescadores a pegar o maior peixe, o vendedor a vender mais, e por ai vai. Motivação não é uma ciência exata, não existe um motivo ou discurso que conseguirá motivar a todos em todas as situações, e isso torna a motivação tão interessante.

    ResponderExcluir
  47. Carlos H. A. Lara - LBB

    Como foi dito na sala, motivação é o que leva uma pessoa a persistir em um comportamento até alcançar o seu objetivo, e as olimpíadas seriam basicamente a "personificação" do que é motivação. O que vocês acham que levou o Serginho do vôlei a jogar sua 4º olimpíada aos 40 anos a não ser a motivação pela possível conquista do ouro?

    A motivação nem sempre será o fator decisivo entre a vitória e derrota, porque pessoas motivadas perdem enquanto desmotivadas ganham, mas é o que te leva a próxima tentativa, independente de uma vitória ou derrota.

    As pessoas motivadas podem mais, arriscam mais, e consequentemente têm mais sucesso. Porque a motivação nos leva a buscar objetivos que quando alcançados, somos recompensados com uma enorme sensação de prazer ao olharmos para trás e ver o que fomos capazes de fazer pelo "simples" fato de estar motivado.

    ResponderExcluir
  48. André Felipe Prates Mota - LBB

    Motivação vai além do significado simples da palavra, em que se diz que motivação é algo nos inspira a realizar determinada atividade ou buscar um objetivo, motivação vai muito além.

    A busca por reconhecimento, a busca por poder, a busca por satisfação própria, muitas vezes são as causas normativas da motivação, motivação essa que impulsiona e rege as atitudes e o comportamento do ser humano perante tal situação.

    No esporte a motivação está em toda parte, reconhecimento financeiro, popular, prazer individual por objetivo conquistado, a motivação de superar os rivais, um atleta bom motivado, supera um atleta excepcional sem motivação, pois tal sentimento, sensação desperta forças ocultas ainda não percebidas. Definitivamente a motivação no esporte é algo primordial.

    ResponderExcluir
  49. A motivação não tem como ser só um simples desejo de querer algo, porque a partir do momento que uma pessoa sonha em conquistar alguma coisa, ela passa buscar maneiras de poder obter o seu bem desejado. Faz com que o indivíduo sai de casa, trabalhe mais, estude mais, treine mais pesado. E quando não se consegue de na primeira vez, o objetivo desejado e se depara com o fracasso, como foi o caso do Robson e do Diego, a pessoa motivada para para refletir nos seus erros e busca concerta-los, se tornando mais experiente e sabia, para as próximas tentativas, tornando essa pessoa completamente diferente de quando ela tentou a primeira vez. Pode se considerar a motivação como uma força e impulsão de mudanças de comportamento e ideias do indivíduo, sendo na sua vida como um todo ou parte dela.

    MARCUS VINICIUS LBB

    ResponderExcluir
  50. Um evento com desse porte por si só já é motivo de grande motivação. A motivação está no inconsciente de cada um, como algo mais pessoal, assim cada um de nós tem um objetivo e algo que o motiva alcançar esse objetivo. Os atletas olímpicos se dedicam durante toda a sua vida para competirem e se tornarem os melhores em suas modalidades. A motivação se mantem viva para alcançar o objetivo de levar ouro pra casa, se tornar uma referência, fazer história, trazer orgulho para seu país.

    João Pedro Ferreira - LBA Noite.

    ResponderExcluir
  51. Fernando Santos LBB Noite6 de setembro de 2016 12:45

    Acredito que motivação é literalmente o que nos move, o que nos faz principalmente seguir em frente em qualquer situação. Não só no esporte mas em qualquer coisa que nos propomos a fazer é muito importante que se tenha motivação, os atletas costumam receber a motivação do público e ele mesmo se torna a motivação para que outra pessoa possa ter vontade de talvez atuar no mesmo esporte que ele e mudar a realidade dessa pessoa, assim como em qualquer outra profissão, cada um consegue se sentir motivado pelos seus pais, amigos, professores etc., e continuar assim a exercer seu trabalho com amor e dedicação. A motivação é essencial à vida.

    ResponderExcluir
  52. Daniel de Oliveira6 de setembro de 2016 15:49

    Para alguns uma medalha de ouro, para outros ter seu país reconhecido no cenário olímpico. A motivação pode variar de acordo com o objetivo de cada um, mas é de se emocionar ver o que muitos passam para chegar onde tanto sonharam.
    Em tempos olímpicos a reflexão sobre tudo o que os atletas passam para chegar no lugar onde estão vem a tona e mostra o poder de transformação que o esporte tem. Seja para uma menina criada na rocinha ou para o jovem de Ubaitaba no interior da Bahia o esporte muda, não apaga uma historia de tragédias e tristezas mas converge uma vida que talvez seria apenas mais uma na periferia para um medalhista olímpico, formador de opinião e influenciador de uma geração.

    O esporte transforma e talvez seja essa a maior motivação, a transformação.
    Em tempos olímpicos todas essas questões vem a tona, mas aguardem, vem ai os jogos paraolimpicos, histórias de superação onde muitos achavam que seria o fim.


    Daniel de Oliveira - LBA

    ResponderExcluir
  53. Que o Brasil é predominantemente o país economicamente mais suscetível ao futebol, não podemos negar, mas é notório que com as olimpíadas, um leque de esportes conhecidos e desconhecidos, escancaram aos quatro ventos o quanto esses atletas vem se esforçando sem apoio algum, muitas vezes se sobressaindo muito melhor que o esperado. Algo quase natural, onde torna-se perceptível a motivação que movem esses atletas a superarem os seus limites, até mesmo superar derrotas passadas, transformadas em motivações positivas que os levam a conquistam significantes. Sendo evidente que o ser humano, seja no esporte ou quem sabe na vida pessoal, quando motivado podem superar qualquer circunstância desfavorável.


    Tiago Martins Teixeira- LBB noite

    ResponderExcluir
  54. -"quem espera sempre alcança"- Hypolito (depois de cair de bunda, em 2008, e de cara, em 2012)" Essa frase define a motivação, quem ver o Diego no esporte entende bem essa citação. Motivação e persistir em um determinado comportamento até atingir o seu devido objetivo. No esporte a motivação está muito presente. Temos diversos atletas espalhados pelo mundo tentando superar o seus objetivos para conseguir realizar um sonho. Muitas das vezes para cada um deles realizar esses sonhos, eles devem ativar a sua motivação (eu quero chegar a tal lugar, irei por esse caminha, se eu falha irei tentar, tentar até consegui atingir um bom resultado). No esporte quando um atleta não consegue atingir o seu objetivo, ele logo irá persistir mais e mais para poder alcançar o seu objetivo/propósito. Ver um atleta que lutou muito consegui vencer e uma coisa muito gratificante e um sintoma de superação misturando com a motivação.

    Rubiane Fereeira Reis - LBB
    314117431

    ResponderExcluir
  55. As Olimpíadas mostraram que o Brasil é muito mais que somente o país do futebol, ela trouxe uma visibilidade imensa aos outros esportes que antes nem se ouvia falar, tampouco eram exibidos na tv aberta. Esse evento gigantesco onde os olhos do mundo inteiro se voltaram para o Brasil, já é um fator que motiva qualquer atleta a dar o melhor de si nas competições. A motivação é uma condição interna de cada indivíduo e é constituída ao longo de nossa existência.

    Juan Felipe de Oliveira Santos
    LBA Noite - RA: 314110780

    ResponderExcluir
  56. Como discutido em aula, é difícil dizer o que nos motiva. Pensando nos diversos exemplos dados pelo autor, o que será que motiva cada um desses atletas? O Diego Hypólito poderia ter apenas desistido após suas duas quedas nas Olimpíadas anteriores. Mas não. Ele se motivou de tal forma que o fez alcançar o tão desejado pódio. Mas o que o motivou a fazer isso? Acredito que essa é uma questão que nem mesmo ele poderá explicar, pois nossas motivações são resultado de tudo o que vivemos e aprendemos. Apesar de não sabermos muito bem o que é isso que nos move, tenhamos como incentivo os casos de superação e persistência de cada atleta que fez da Rio 2016 o sucesso que foi.

    ResponderExcluir
  57. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  58. Reginaldo Maia – LBA Noite

    Não dá pra falar de esporte sem pensar em motivação. Imagino que o combustivel que alimenta o atetla para estar em uma competição, seja ela de que esporte for, seja a motivação. Sem ela não há o que participar, não há um porquê de se estar ali, ela que nos impulsiona a tomar atitudes, a correr atrás, a dar o nosso melhor.

    Um caso que me chamou muito a atenção nessas Olimpiadas foi o do Diego Hypolito, que não desistiu, gerou a famosa frase “Hoje é o dia mais emocionante da minha vida. Eu me propus a vir aqui depois de cair de bunda, de cara e me sentir humilhado. Aqui, caí de pé" que, apesar de não levar o ouro, motivou muitos atetlas a não desistirem, a levantar a cabeça depois de uma fase ruim, de persistir por algo que deseja.

    A motivação é algo presente no nosso dia a dia, desde o momento em que acordamos até a hora em que dormirmos, é ela que nos dá “força” para alcançar nossos objetivos, seja ele qual for, bom ou ruim, ela é realmente um combustível para todos nós.

    ResponderExcluir
  59. A motivação para fazer as coisas é uma coisa realmente confusa de se expressar e até mesmo de se definir. Vendo as olimpíadas, as comparações feitas e até mesmo a dualidade apresentada, percebemos por várias vezes que a motivação pessoal é necessária, mas que o incentivo é o que realmente nos move, mesmo que seja um incentivo negativo, forçado ou brusco.
    Porém em contra partida, o comodismo, conformismo ou simplesmente por pura ignorância, nos mantemos parados na situação, tempo ou vida, aceitando e deixando de mudar várias coisas que acontecem, que sofremos e simplesmente nos acostumamos, assim como o nosso Brasil, dito por você mesmo.

    No que tange a motivação, ela sempre esteve e sempre estará, até que se sinta realizada, continuará a existir. Porém o incentivo será necessário para que a pessoa corra atrás e alcance o objetivo a qual sua motivação aponta. Seja esse incentivo uma derrota (bundada ou roçada de cara no chão) ou um público que clama pelo nome.

    ResponderExcluir
  60. Gabriela Gomes - RA 31412270 – LBA Noite
    Vou começar os meus dizeres com algo que a Camila (LBA) disse no comentário dela “Considero o esporte um formador de caráter, é nele que se aprende a perder com dignidade e continuar seguindo em frente. Acredito que competir é mais do que ganhar ou perder, é amar o que faz e ir além”.
    O primeiro ouro do Brasil reflete esse comentário da Camila, das origens mais simples até o lugar mais alto do pódium.
    O espírito olímpico é algo mágico, pois desde de a sua criação ele já pausou guerras, uniu povos e colocou frente a frente culturas que nunca que misturaram. E no Brasil não foi diferente, ele acalmou os ânimos de uma política instável, juntou partidos e fez com que população esquecesse -pelo menos por uns 20 dias- da situação financeira do país.
    E que você ainda me pergunta o que é motivação?
    A motivação do brasileiro é conquistar as pequenas vitórias do dia a dia.
    É chegar no horário todos os dias no trabalho, pagar as contas em dia, chegar a salvo em casa, ter acesso a cultura, passear com os filhos no final de semana e poder dar boas risadas e aprender com as dificuldades vencidas.

    ResponderExcluir
  61. Larissa Rodrigues da C Santos11 de setembro de 2016 15:05

    Motivação é uma energia que é criada em nosso interior que sai para fora com a maior força que podemos imaginar, a motivação vem de desejos, desejo de nos superar quando chegamos no nosso limite, desejo de querer ser melhor quando vc já tem um ouro na mão, desejo de ser o contrário do fracasso,a motivação é oque nos move, e é o que move principalmente os jogadores que ate com contusões treinam para olimpíadas e treinam pesado, sentem dores fortes mais estão la, motivados por desejos, desejos de mostrar o quão lindo é o esporte e de como ele pode mudar vidas.
    LBB Noite

    ResponderExcluir
  62. É muito difícil falar o que é motivação para definir o que leva um atleta ao pódio.
    Acho olimpíadas tão complexo, é uma disputa entre nações socialmente aceita onde existem rivalidades, mas o "espírito esportivo" é maior. Já li, ouvi ou vi (uma dessas informações que ficam na cabeça, mas você não sabe de onde veio) que as olimpíadas foram criadas justamente para os países "tretarem" de uma forma não violenta, nada de guerra.
    Agora, o que faz com que um indivíduo dedique toda sua vida a ganhar uma olimpíada é algo muito mais íntimo. Eles não querem apenas que seus países sejam reconhecidos, mas sim seus esforços e superações diárias.
    Meritocracia é tão dicotômica que não é suficiente para explicar as vitórias e nem as derrotas olímpicas, ela é só mais um instrumento para que as motivações ganhem força.
    Se motivações, impulsos e desejos precisam ser exercidos de força sadia, acredito que o esporte é um dos melhores caminhos. Mais do que ganhar ou perder é ter um direcionamento na vida, independente do que as olimpíadas representam social e politicamente. O que na minha opinião não vale é deixar muita gente com potencial sem acesso ao esporte, porque assim não tem motivação que ajude.

    Gabriela Cardoso
    315114337

    ResponderExcluir
  63. A motivação é algo interno, isso não podemos negar. Inúmeros fatores podem nos influenciar, mas, no fim das contas, não sabemos o que de fato nos motiva.
    O esporte e principalmente as Olimpíadas, são um banquete de força, talento e dedicação, mas o principal que vemos é a motivação, caso contrário, não veríamos atletas como Diego Hypólito e Rafaela Silva vencendo barreiras internas e externas para alcançar o pódio, muito menos uma seleção desacreditada como a seleção do Brasil, indo contra os julgamentos vindos da feia derrota de 2014 e ganhando o ouro.
    Ainda assim, com tantos exemplos e provas da real existência da motivação, não conseguimos entender o que ela é, só sabemos que ela move pessoas, nações e permite a quebra de recordes e barreiras.

    Carolina Santos Fernandes - LBA Noite
    31412171

    ResponderExcluir
  64. A motivação é impulsionada pela vontade de vencer e à partir daí, com coragem, força e principalmente, dedicação conseguimos o que almejamos. Nas olimpíadas deste ano, atletas de vários países provaram que podemos aprender que as derrotas não são motivos para desistir e sim, estimular ainda mais o treino e a dedicação para que, a longo prazo, possa se tornar uma vitória e um exemplo para muitos outros.

    Alex Sander Júnior
    LBB - Noite

    ResponderExcluir
  65. Nos esportes vemos uma grande motivação guiada pela vitória. Na minha opinião, é preciso ter motivação para sempre melhorar, progredir, mas sempre ter a si mesmo como base, e nunca os outros. Devemos sempre melhorar para nos satisfazer, e nunca para diminuir o outro.

    Felipe Leal
    LBB - Noite

    ResponderExcluir
  66. Ariane Marques - LBB Noite.12 de setembro de 2016 19:42

    Quando paramos para observar os diferentes esportes e as mais variadas histórias de superação dos atletas olímpicos e paralímpicos, começamos a refletir e até mesmo repensar sobre qual é a nossa real motivação. Cada um possui algo dentro de si que o dá força e coragem para ir atrás do que deseja; cada um a sua maneira, cada um a seu tempo. Histórias e frases como as do texto, nos estimula a buscar tudo aquilo que já existe dentro de nós, e que por algum motivo está "guardado" ou "esquecido", mas nos impulsiona a realizar os nossos desejos.

    Ariane Marques - LBB Noite.

    ResponderExcluir
  67. Dayanne Cassimiro Elias13 de setembro de 2016 06:56

    Acredito que o esporte olímpico vai muito além das suas modalidades. A sua essência em si e sua mágica acolhedora envolve o público indo muito mais longe que uma simples competição. O que motiva o competidor acredito que seja muito maior que uma medalha (que no final acaba ou não sendo uma consequência). Mas sim a energia, o envolvimento, amor e quem sabe a vitória.

    Dayanne Cassimiro - LBB noite

    ResponderExcluir
  68. Motivação é uma vontade interna do ser humano de conquistar algo. Não é passado por alguém, tem que ser criado pelo próprio ser. Agora, como é criado que é o mistério. Cada caso é um caso. Temos que analisar individualmente para conseguir entender. Motivação vem através da vivência, construção social de uma pessoa, além do meio em que vive. Bons líderes não criam motivação nos seguidores. Eles criam a oportunidade para que os seguidores tenham desejo de segui-lo.

    Igor Ritter Faria
    LBB - Noite

    ResponderExcluir
  69. estar motivado é estar animado para fazer algo, ter um apoio pode não ser muito bom se você não está animado pra fazer tal coisa, a motivação depende muito da limitação da pessoa seja ela limitada fisicamente ou mentalmente pois não ha como estar motivado por aquilo que você não tem vontade, ninguém pode motivar uma pessoa que não está afim de ser motivada.

    agora como resolver isso? apenas perguntando para a pessoa o que a motiva, você pode usar a resposta dela como motivação para outra razão.

    Patrick Rayner LBA

    ResponderExcluir
  70. A motivação pessoal é estar disposto a alcançar determinada meta, e quando essa é alcançada a gente sempre irá querer mais e mais. No esporte não é diferente, estar disposto a ganhar um jogo, um competição, faz parte de si como compreender a sua vontade de viver. É como um aspecto de progressão, onde as pessoas sempre querem aquilo que as motiva. As olimpiadas motivou não só os atletas mas a muitos no mundo todo. Motivou os brasileiros a creditarem mais em si mesmos, não no âmbito do esporte, mas a acreditarem que podem aquilo que tentam. Motivação parte do principio de querer e lutar por isso. Se querer vencer no esporte ou no dia-dia é a meta. Que vençamos então a crise, as dificuldades e obstáculos.

    (OBS: Quero deixar claro que estou comentando novamente. Ao entrar para comentar os posts mais recentes e estudar para prova vi que meu comentário que havia feito neste não esta mais aqui. Eu não sei o porque mas Peço que compreenda que houve algo)

    Obrigado
    Lucas Bambirra - LBA - Noite

    ResponderExcluir
  71. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  72. Motivação é algo individual, cada um em seu particular sabe o que realmente o motiva, o que faz ele correr atras daquilo. Para conseguir entender a real motivação do outro, somente se passássemos por tudo que outro vive em sua realidade. Vimos no evento, através da emoção de muitos a conquista por aquilo que os sempre quiseram, e a felicidade por conseguirem concluir o sonho através de suas próprias motivações.
    Danielle Cristina - LBA - Noite

    ResponderExcluir
  73. A motivação é construída nas pessoas e nas olimpíadas as pessoas que tem apresso por esporte, acaba sendo influenciada e construindo sua motivação.
    Depois que essa motivação é construída, ela se torna desejo, desejo por vencer, desejo por ouro.
    Nesse evento, as pessoas influenciadas acabam se tornando novos competidores agregando mais valor as modalidades e o crescimento do esporte no país.

    ResponderExcluir
  74. Como estudamos em sala, não motivação é intrínseca ao ser. Ela não é criada ou imposta por alguém. Não há como criar uma “campanha motivacional” por exemplo. Uma vez que, a motivação depende da construção de personalidade e vivência de cada indivíduo ao longo de sua vida. O que motiva um jogador ou atleta olímpico a persistir mesmo em meio a tantos erros e derrotas? Como no caso do Hyploito? A resposta para essa pergunta, apenas o autor dessa motivação, é capaz de responder. Alguns atletas desistem logo na primeira, segunda ou terceira. Outros, persistem até conseguirem pura e simplesmente porque sua motivação estava centrada nesse objetivo. A escolha de continuar ou não, não define um fracasso ou vitória, mas sim, uma explicação para nós mesmos de onde realmente está nossa motivação. E isso se aplica em todas as áreas de nossas vidas, nos estudos, no trabalho, no atletismo ou até mesmo num hobbie. As Olimpíadas Rio 2016 foram um exemplo não somente de superação, como também de demonstração de onde essa tal motivação pode nos fazer chegar.

    Karine Fernandes - LBA - Noite

    ResponderExcluir
  75. O esporte é um refuigo muito motivador para alguns. Não é algo que vá resolver os problemas de um país, mas é algo pode resolver a vida de muitos. Jovens buscam vidas melhores atraves dos esportes. Olhando pelo lado pessimista ao analisarmos um evento de grande porte como as olimpiaas, ficamos revoltados ao perceber a situação do país e o dinheiro investido ali, porém olhando por outro lado, é nesse evento onde encontramos historias de motivação, superação e esperança. Então, creio que devemos incentivar e apoiar sim os atletas.

    LBA

    ResponderExcluir
  76. Sem sombra de dúvidas, as Olimpíadas Rio 2016 vão deixar um grande legado para nós. O esporte é um grande motivador para as pessoas, pois a sua prática é automaticamente ligada aos benefícios á saúde, superação de limites, entre outros motivadores pessoais. O legado que as olimpíadas Rio 2016 deixam, é que os brasileiros puderam ter um contato íntimo com várias modalidades esportivas através do evento, puderam ver de perto e sentir a energia de esportes não tão conhecidos e ver que todos eles são carregados de motivação por parte dos atletas. A partir disso, acredito que os nossos jovens vão se encorajar cada vez mais a estas práticas esportivas, inclusive com um maior apoio por parte da família e amigos. O esporte tem o poder de transformar vidas e através do evento, tomamos conhecimento que há uma gama muito grande de possibilidades para o futuro do nosso país.

    ResponderExcluir
  77. Eu enxergo as motivações como o reflexo de tudo aquilo que nos coloca de pé e confiantes em seguir em frente com nossos objetivos. O espaço olímpico é propício a mostrar derrotas e conquistas, e, acima disso tudo, persistência em ser campeão. Vivenciar tantas conquistas acarretadas depois de inúmeras quedas e tentativas é um combustível para a realização daquilo que sonhamos.
    Pode parecer algo clichê, mas essa motivação é involuntária. Passamos por isso diariamente, e o espaço olímpico se torna a metáfora que levamos para toda a vida quando pensamos em tudo que nos motiva em nosso dia a dia.

    ResponderExcluir
  78. O consumidor tem suas motivações para a busca de determinadas ambições, para a conquista de determinados espaços, para a realização pessoal.
    O consumidor desenvolve atitudes positivas e negativas com relação a produtos, à propagadas, à lojas, à pessoas e a tudo o que parece dizer respeito a sua própria vida.
    O consumidor vivendo em sociedade, se submete a certas circunstâncias e pressões que vão influenciar seu comportamento.

    Talita LBA Noite

    ResponderExcluir
  79. O esporte pode e é um ponto que mexe bastante com a questão da motivação das pessoas.
    É onde mexe com o ganhar ou perder, ser melhor, conquistar.

    Acredito que esses pontos são os principais para entendermos a questão da motivação quando falamos de esporte.

    ResponderExcluir
  80. O esporte nos motiva de várias formas, pois ele nos instiga a competição e a realização pessoal, mesmo que não seja nossa mas do nosso time, não sei porque mais a competição está muito ligada a natureza do ser humano, isso nos dar bastante prazer, o prazer da vitória e a reflexão na derrota

    ResponderExcluir