segunda-feira, 9 de outubro de 2017

9 fatores que influenciam o comportamento do consumidor



Por Rafaela Frankenthal - De Blog MindMiners - 29/03/17

Com um mercado cada vez mais competitivo, encontrar um meio de ganhar mais visibilidade e atrair consumidores deixou de ser apenas um diferencial, se tornando item de primeira necessidade para que as empresas continuem firmes e fortes.

Para conseguir isso, é necessário saber o que influencia o comportamento do consumidor e, a partir dessas informações valiosas, analisar o que leva o cliente a recusar um produto ou aceitá-lo.

Quais fatores podem interferir no comportamento do consumidor?


1. Papel social

O papel social se refere aos grupos aos quais a pessoa pertence, sendo importante conhecer os círculos sociais que frequenta, a profissão que exerce, a família da qual faz parte e seus relacionamentos de amizade. Esse aspecto considera o “mundo” que o indivíduo pertence e com o qual ele interage.

2. Papel pessoal

Não necessariamente pessoas que sejam de determinado grupo social e cultural terão os mesmos comportamentos de consumo, pois isso varia de indivíduo para indivíduo, dependendo, sobretudo, do seu papel pessoal.
Fatores como idade, cultura e necessidades, quando combinados simultaneamente, formam uma característica mais específica e singular, sendo um dos fatores mais complexos de se estudar, justamente pela pluralidade de aspectos que apresenta.

3. Cultura

O entendimento de várias culturas contribui para o sucesso no alcance da audiência de determinados públicos. Dependendo do gosto musical, da religião, identidade nacional, dentre outros aspectos que dizem respeito à formação cultural de um indivíduo, é possível saber se um produto ou serviço terá chances de aceitação pelo grupo.

4. Medos e necessidades

Fatores ligados às questões psicológicas e emocionais podem impactar diretamente nos hábitos de compra dos consumidores, seja por um trauma, necessidade ou até mesmo por algum tipo de preconceito.
A exemplo disso, podemos citar as pessoas que compram compulsivamente por se sentirem frustradas com alguma coisa nas suas vidas. Outro exemplo claro é o receio que algumas pessoas têm de envelhecer, comprando quantidades exorbitantes de cosméticos para rejuvenescimento.

5. Estágio de vida

Todos nós passamos por várias fases durante a vida (infância, adolescência, juventude e velhice). E a cada estágio, vivenciamos diversos tipos de experiências que acabam impactando diretamente em nosso estilo de vida. Dependendo da etapa em que estamos, nossas prioridades e hábitos de consumo podem mudar bastante, oscilando conforme cada ciclo de experiências que estamos vivenciando.

6. Novas tendências

As novas tendências podem nos persuadir na escolha de nossas principais aquisições. Um exemplo disso é a compra de roupas da moda. A cada ano, podemos observar um entra e sai de coleções de todas as estações, apresentando mudanças nos cortes de tecidos e cores que variam bastante em pouco espaço de tempo. Portanto, acompanhar as novas tendências é importante para que a concorrência não deixe sua marca para trás.

7. Classe social

A classe social diz muito a respeito do poder aquisitivo das pessoas, deixando mais ou menos claro o quanto aquele público pode gastar na compra de produtos e serviços.
Esse conhecimento pode contribuir para oferecer produtos com adaptações que tornem os itens de venda mais acessíveis para aquele grupo.

8. Mercado e economia

O cenário econômico e o mercado podem representar danos não somente para quem vende, mas também para os consumidores, que deixam de adquirir seus produtos favoritos por conta de crises e altas inflações. Devemos ter em mente que fases ruins podem ir e vir a qualquer momento. O importante é deixar claro para o seu cliente que sua marca se preocupa com o seu bem-estar e quer continuar a servi-lo.
Uma das maneiras de se adaptar a essa fase é oferecendo melhores condições de pagamento aos clientes ou ofertando produtos e serviços similares aos que eles costumavam utilizar.

9. Opinião de outros consumidores

Hoje em dia, ficou muito mais fácil saber se um produto cumpre mesmo o que promete, não é mesmo? Para consultar as informações sobre qualidade e entrega de produtos e serviços, os clientes em potencial realizam diversas pesquisas nas plataformas de avaliação e nas principais redes sociais das empresas, influenciando, assim, o comportamento dos consumidores que desejam realizar uma compra.

Como as novas tecnologias influenciam o comportamento do consumidor?

Empresas precisam se adaptar às novas plataformas e redes sociais para aproveitar ao máximo a oportunidade que elas apresentam. Com o desenvolvimento de novas tecnologias, a quantidade de fatores que influenciam o processo de compra cresceu. O e-commerce ganhou maior alcance (inclusive por meio do mobile), os canais e plataformas de marketing se diversificaram e com o aumento do uso das redes sociais o consumidor ganhou voz dando outra proporção ao marketing boca-a-boca.

Hoje, o consumidor tem mais fontes de informação sobre o produto/serviço que consome, o que consequentemente faz com que ele seja mais exigente com a qualidade e valor do que ele compra, e com a agilidade, comodidade e praticidade do processo de compra. Por isso, é importante que as empresas estejam sempre um passo à frente do consumidor, entender o comportamento dele para suprir as suas necessidades e vontades.

Agora que você já sabe qual a importância de conhecer um pouco mais sobre os fatores que influenciam o comportamento do consumidor, não se esqueça de focar nas necessidades do seu público-alvo, apresentando soluções mais direcionadas para atender seus desejos e expectativas.

Pessoal, deem sua opinião sobre qual seria o papel do publicitário sobre as questões levantadas pelo artigo.

81 comentários:

  1. O artigo reforça muitas coisas que aprendemos durante todo o nosso curso, levantando a necessidade de conhecer o seu público alvo e saber usar as ferramentas corretas no momento de conquista-lo, muitas variáveis são analisadas (Cultura, papel Social, medos e necessidades, classe social, etc), e nem sempre conseguimos alcançar com sucesso o nosso cliente, cabe ao publicitário uma série de pesquisas, e estratégias em cima dos resultados encontrados, procurando saber o que realmente o que irá fazer o seu público consumir tal produto ou serviço ainda sim não se pode dizer que conseguirá atingir 100% do seu público.

    LBB:31513053

    ResponderExcluir
  2. A publicidade genericamente falando, é tornar público um fato ou uma ideia e a técnica de comunicação em massa tem como finalidade fornecer informações sobre produtos/serviços com fins comerciais. O profissional (publicitário) tem como papel fundamental conhecer o seu público e tudo o que o cerca. Não basta querer passar uma mensagem sem saber se o público se sente representado, então cabe a nós publicitários entender a individualidade do consumidor, a sociedade, a sua cultura, quais são os seus medos e se esses medos os inibem de adquirir o produto/serviço, se de fato aquele produto/ serviço agrega na necessidade do indivíduo. Não podemos deixar de lado as novas tendências de mercado, a economia em que o país se enquadra e claro estar aberto a opiniões dos consumidores assíduos e de propensos. Se a empresa/agência conseguir entender todas essas questões a mesma estará no pareô competitivo da visibilidade no mercado, podendo arquitetar um diferencial para os seus consumidores.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Por mais que tentamos colocar as pessoas em caixinhas, cada pessoa tem um jeito diferente. Esse ponto que precisamos analisar. Conhecer o nosso público é fundamental para a criação de uma campanha. Pois, precisamos reconhecer a necessidade do nosso público para poder elaborar algo que chame a atenção dele. Essa é mais uma forma de segmentação. Exemplo, anúncios anunciando crédito consignado, é necessário demonstrar como um parceiro na hora da necessidade do nosso cliente. O produto/serviço a ser oferecido precisa ir além de uma simples peça publicitária, precisa envolver o consumidor e instiga-lo a ter a decisão de compra.

    Sâmara Amorim
    LBB/Noite

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente o publicitário deve conhecer de fato seu publico alvo,algo que seja uma relação ate intima para poder ficar bem próximo do cliente, não só para saber a necessidade dele mas também o que faz ele comprar meu produto/serviço e não na concorrência. Se vai ser o preço, a marca ou ate mesmo a qualidade em si não sabemos mas podemos estudar tanto o cliente quanto o concorrente para chegar num ponto de montar a peça publicitaria para o devido fim.Podemos exemplificar com aparelho de telefones celulares, se meu concorrente anuncia nas mídias já destacando o valor e com data limite ou quantidade, certamente vamos buscar outros métodos para com que o meu publico alvo vá ate a loja e saia com a aparelho, deixando ele curioso em saber os valores do aparelho que tem interesse. Pois a chance de levar o cliente até a loja deixando ele curioso é mais que certo do que anunciar de imediato o valor nas mídias.

    LBA - 31517144

    ResponderExcluir
  6. Os nove pontos citado no artigo acima, e mais o espectro das novas tecnologias, segunda o autor do texto, influenciam diretamente o consumidor na sua decisão de aquisição. Porém, além de dialogarem com essa decisão do público, também agem de forma intensa no anunciante. O publicitário deve levar em conta todos esses pontos também, para fazer a propaganda mais engajada para determinado público, e aí sim, tocar na motivação do consumidor e, consequentemente, convencer a decisão de compra deste.

    ResponderExcluir
  7. Hoje em dia está mais fácil consutar produtos, pode ser por meio da internet ou perguntando a opiniao de amigos, mas a questao é que o consumodor esta cada vez mais axposto a ser influenciedo, nosso papel como publicitarios é estudar os pontos citados acima e analisar a melhor maneira de chegar ao consumidor final de uma maneira que ele pense que a escolha foi feita exclusivamente por ele.

    ResponderExcluir
  8. o papel da publicidade e entender que ninguém e igual. e que tudo pode ser um fator decisivo na hora do consumo, então devemos estar preparados para saber qual a melhor abordagem para que seja efetivada a compra, na forma que atingimos algum dos pontos citados acima e transformamos seu interesse em compra.

    ResponderExcluir
  9. Luana Araújo
    LBA

    No artigo citado nada mais é o que estudamos no nosso curso,entender melhor o consumidor e tentar da melhor forma possivel atingir o publico. Nosso papel como publicitario e analisar o publico alvo ,saber a idede, a regiao onde mora, a cultura daquele publico, para comecar a desenvolver as campanhas e as estrategias agregando as necessidades do publico alvo.Se agencia consegue desenvolver esse plano de ação estudando e entendo seu publico ,assim estara competitiva no mercado e tendo um diferencial fazendo com que seus consumidores se sintam motivados e desejando produto/serviço.

    ResponderExcluir
  10. Com certeza hoje em dia está muito fácil de saber sobre um produto ou marca pela internet e experiência de outras pessoas, assim ficou difícil para os empreendedores, pois tem que saber agradar melhor o seu cliente, com todo aquele cuidado. O papel dos publicitários é aproveitar dessa situação, das redes sociais que estão cada vez mais presentes em nossas vidas e colocar em prática avaliando a marca, os clientes, se estão satisfeitos ou não, como poder mudar, usar os famosos ou que possuem mais seguidores para fazer uma propaganda da marca e etc.

    ResponderExcluir
  11. Como diz o texto publicado, o comportamento do consumidor vai muito além de ter ou não dinheiro, por exemplo: cada ser humano é diferente um do outro, e pra cada um, a forma de ver as coisas e reconhecer as necessidades são diferentes variando de região pra região, cultura, modo de vida, emprego, etc. O papel do publicitário nesse aspecto é quebrar esse parâmetro que existe entre as pessoas e o produto, fazendo com que assim surja um desejo por algo que necessariamente era importante naquele momento. Conhecer o público queremos abordar, saber qual suas necessidades e desejos para que assim, desperte interesse fazendo com que o cliente consuma aquilo que não imaginava. Devemos sempre ficar atentos ao que se passa em nossa volta, seja sobre tendências, economia do pais, política, etc, pois assim entenderemos melhor a mente do consumidor.

    ResponderExcluir
  12. Carolina Márcia de Souza Moreira
    LBB Noite - RA: 31514850

    Nós publicitários precisamos conhecer nosso público alvo e entender que cada pessoa tem uma necessidade e um estilo de consumo diferente. O atendimento personalizado se faz cada vez mais necessário, aproximar a marca do cliente e criar um relacionamento bilateral. Os fatores que interferem o comportamento do consumidor precisam ser estudados pela marca e conhecer o público que a utiliza são tarefas importantes a serem executadas pelas empresas.

    ResponderExcluir
  13. São vários fatores que, combinados, facilitam interpretar o comportamento do consumidor. O publicitário tem que estar atento às tendências de consumo, tecnologias, novidades e tudo mais que venha interferir diretamente no ato de consumir. Por isso é uma profissão que exige bastante atualização, pesquisa e atenção quanto às novidades, pois tudo muda muito rápido e quem se perder nessas mudanças, terá dificuldade de atingir o target da melhor maneira possível. Na medida que as formas de consumo vão evoluindo, o publicitário também evolui para se adequar a elas e manter sua importância no cenário mercadológico.

    ResponderExcluir
  14. Hoje em dia, já existem diversas ferramentas para mensurar a satisfação ou a insatisfação do nosso consumidor. Através desses resultados, conseguimos realizar um planejamento e ordenar as demandas de forma que, agrade e seja uma experiência positiva ao nosso público alvo. Porém, o consumidor está sempre em constantes mudanças. É papel de nos publicitários, estarmos sempre interagindo e entendendo nosso público, para sempre ofertar o inesperado a ele.

    ResponderExcluir
  15. Assim como o cenário econômico esta em contante mudança, também é o consumidor. Levar em consideração o cenário em que o individuo esta inserido muda toda a estrategia de venda. Fazer um levantamento prévio de todos os fatores citados trará evidencias se um novo empreendimento sera bem sucedido ou não e se o produto ou serviço oferecido e de interesse e se atendera financeiramente determinado publico.

    ResponderExcluir
  16. Até o presente momento, venho percebendo que a matéria de Comportamento do Consumidor/Psicologia do Consumidor deve ser considerada uma das principais áreas comunicacionais para quaisquer cursos de graduação onde lidar com as necessidades/desejos do público-alvo seja de uma importância extrema. É uma área complexa, que envolve muito mais que conhecer alguém (o que por si só já é muito difícil), mas também conhecer todo um grupo ou vários (cultura), suas particularidades, desejos, fatores motivacionais, freios e forças; sendo estas variáveis constantemente volúveis. Um publicitário deve atuar como uma enciclopédia, é um profissional que deve saber de tudo um pouco para ser assertivo em sua abordagem e, certamente, saber trabalhar bem com variáveis. Adequação é uma característica fixa para nossa profissão, não é o mercado que deve se adequar às necessidades dos consumidores, mas a publicidade que deve se adequar às necessidades dos consumidores pois afinal, somos nós que instigamos a eles o desejo. A publicidade, o ideal de publicar, é tornar público um fato ou uma ideia, tornar em comum uma vontade.

    ResponderExcluir
  17. Nome: Layra Fávero
    RA: 31711824

    Como dito no inicio do texto, com um mercado cada vez mais competitivo, encontrar um meio de ganhar mais visibilidade e atrair consumidores deixou de ser apenas um diferencial. Por conta disso, torna-se necessário, para que as empresas continuem consolidadas, o conhecimento e o entendimento dos desejos e necessidades do seu público-alvo. E é a partir dos nove pontos citados, e mais o campo das novas tecnologias, que segundo o autor, influenciam diretamente o consumidor na sua decisão de consumo. Sendo assim, o papel do publicitário é mais do que apenas a criação de uma campanha com a finalidade de apresentar um produto e/ou serviço. Nós como comunicadores, devemos entender que cada indivíduo é diferente, tendo as suas particularidades e as suas semelhanças. Por isso, é preciso compreender e analisar o que realmente motiva os consumidores, para que consigamos envolve-lo e instiga-lo a ter a decisão de compra.

    ResponderExcluir
  18. Evoluir. Essa seria a palavra certa em relação ao posicionamento dos publicitários. Estar em evolução e atualização sempre torna o profissional da área mais perto do consumidor, o novo sempre surge o tempo todo, cabe a nos atenção para acompanhar todos os rumos que a sociedade vem tomando. A tecnologia é um braço direito nessa caminhada, com ela podemos identificar pontos chaves para alcançar diretamente os consumidores nas suas necessidades e assim se tornar participante do cotidiano dos clientes.

    ResponderExcluir
  19. É essencial que o profissional publicitário conheça seu público e todas suas particularidades. Não é suficiente apenas passar a mensagem que se deseja, é importante saber como fazer isso para atingir o público da forma certa, para que ele se sinta representando e, logo, crie uma identidade com a marca. Isso precisa ser feito, sempre, acompanhando as tendências do mercado, as mudanças na sociedade e os desejos de seu cliente.

    ResponderExcluir
  20. Bom, acho que o oaoel do publicitário como um mediador entre a empresa e o cliente, é entender o público alvo, e buscar entender melhor quais são as características levantadas pela empresa do seu público alvo e através dos papéis apresentados conseguir trasnimitir a mensagem por meio da campanha ou outra forma de apresentação deste produto ou serviço, de maneira que se adeque a maneira de pensar, situação no tempo e o pensamento em geral do produto ou serviço em questão.
    Asssim preenchendo as lacunas e levantando na campanha a resposta esperada por esse público.

    ResponderExcluir
  21. O artigo deixa claro a pluralidade de fatores que influenciam o comportamento dos consumidores, sejam eles sociais ou tecnológicos. O papel do publicitário está em sempre se manter atualizado e atencioso sobre a diversidade da população brasileira, tanto em questões amplas quanto fechadas. Definir e afunilar sempre ao máximo o público potencial de um produto/serviço, identificando as necessidades deste, para estimular suas motivações de maneira mais certeira possível.

    ResponderExcluir
  22. A publicação mostra o quanto é importante desenvolver qualquer tipo de aproximação com o cliente. Cada serviço/ negócio tem uma determinada forma de atingir um determinado publico, porém na maioria das vezes não e utilizado o método mais adequado. Um simples exemplo que convivo diariamente, e a forma em como um vendedor de loja têm de se moldurar em vários perfis para realizar a venda de um mesmo produto. Alguns clientes precisão de ouvido para desabafar da casa, outros de um verdadeiro empurrão, outros querem aquilo para se sentir melhor e ainda existem os que só compram para saber que estão gastando com algo “útil”, raro mesmo é você ver alguém que compre por uma necessidade de mão ter um sofá a X anos ou meses em casa. Mas com todos esses perfis e direcionamentos ainda e possível realizar a venda. Na maioria dos atendimentos tudo ocorre bem se soubermos o quê oferecer e de que maneira oferecer, mesmo que alguns tenha seu inicio um pouco de receio e desconfiança ao final de um bom atendimento tende em sua maioria uma venda concluída.
    Minha única preocupação com tudo isso é que pessoalmente é possível se moldar a determinado perfil de cliente, o que é bem mais complexo na rede online.

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Entender e sintetizar os fatores é essencial para uma melhor adequação entre campanha e resultado esperado, pois se o publicitário não busca estudar e entender seu público-alvo com base nesses quesitos corre o risco de não atingir de forma assertiva.
    Acredito que a melhor forma de entendê-los seria através de pesquisas e entrevistas, inserindo-se no meio social e cultural do público.

    ResponderExcluir
  25. É indispensável que o publicitário compreenda seu público-alvo e suas características. Por isso, devemos sempre conhecer as alterações na sociedade, as tendencias de mercado e os desejos do cliente. Somente transmitir a idéia que pretende, não é o bastante. É fundamental compreender como fazer isso para alcançar o público da forma apropriada, para que ele sinta uma ligação e, logo, tenha uma afinifade com a marca.

    ResponderExcluir
  26. O papel do publicitário atualmente é saber auxiliar as marcas e empresas a direcionar o foco da sua comunicação e consequentemente anúncios, entendendo que, cada pessoa é diferente uma das outras e tem suas variáveis que podem ser essenciais para o momento de decisão de compra do consumidor.

    ResponderExcluir
  27. Bem avaliando os pontos que foram citados por Frankenthal, podemos chegar a conclusão que a publicidade devemos estudar a melhor maneira de atingir o publico alvo de determinado serviço/produto existindo assim variantes de acordo com perfil de cada um, muitos pecam pelo fato de ter uma comunicação unitária o que é completamente errado.
    Concluo que é fundamental para um futuro publicitário estude esses aspectos.

    ResponderExcluir
  28. O publicitário deve entender onde entram as necessidades, desejos e medos do consumidor. Em qual das partes da pirâmide de Maslow este se encontra e como ele se comporta, quando colocado todos os fatores propostos no texto. É importante portanto, mais que nunca, compreender em qual dos contextos está o público que estamos lidando.

    ResponderExcluir
  29. O publicitário deve entender onde entram as necessidades, desejos e medos do consumidor. Em qual das partes da pirâmide de Maslow este se encontra e como ele se comporta, quando colocado todos os fatores propostos no texto. É importante portanto, mais que nunca, compreender em qual dos contextos está o público que estamos lidando.

    ResponderExcluir
  30. Hélida Cristina s Dias19 de outubro de 2017 12:16

    As novidades nunca param e nós publicitários temos que ser atentos ao avanço da publicidade e tecnologia que cada dia mais vai surgindo. Tendo uma mente aberta para seguir o mercado, a demanda e atender as necessidades do consumidor o publicitário é capaz de se destacar e mostrar seu diferencial. Observando que ter um diferencial no ramo de publicidade é essencial, pois são muitas as concorrências.

    ResponderExcluir
  31. Com as novas tecnologias esta muito mais fácil de se pesquisar por um produto,sendo assim a função de nós publicitários é usar das redes sociais que estão cada vez mais presentes.fazendo uma busca na opinião e satisfação dos clientes;com os resultados obtidos se realiza um planejamento estratégico para o público alvo.

    ResponderExcluir
  32. O papel do publicitário é conhecer o seu público e analisar os fatores que influenciam o seu comportamento para desenvolver uma estratégia de acordo com as individualidades. Ser publicitário é estar atualizado com mudanças e novidades no mercado, é compreender o público-alvo e, mais que isso, é tentar aproximar um produto/serviço do consumidor. Como dito no texto acima, dois dos fatores que influenciam o comportamento do consumidor são o mercado e a economia (item 8). O publicitário deve mostrar ao cliente que a marca se preocupa com o bem-estar dele. E isso é um ponto positivo, pois queremos nos sentir especiais. E quando nos sentimos especiais, seja por recebermos um email marketing no dia do nosso aniversário ou um cupom de desconto de certa loja, há uma aproximação, que resultará em uma lembrança positiva e indicação para os amigos, o que é um fator que também influencia no comportamento do consumidor, como é possível ver no item 9.

    ResponderExcluir
  33. O profissional publicitário deve, perante todos esses fatores, entender o público-alvo e o contexto em que eles estão inseridos. Entender sua cultura, papel social e pessoal, medos e necessidades é super importante para interpretar o comportamento do consumidor e conseguir, enfim, gerar um bom relacionamento e oferecer o que eles desejam. Pesquisas e análises de mercado precisam ser feitas para que não está explícito ser visto e entendido.

    ResponderExcluir
  34. Ingrid Maria Rodrigues Duarte
    RA 31511753

    Todos nós da área da publicidade devemos sempre estar atento de que maneira e como devemos abordar o nosso publico, afinal quem bate o martelo final são eles por isso como profissionais da área temos sempre que nos aprimorar nas novas técnicas de mercado que nos instruem em identificação direta ao perfil do publico desejado ( comportamento do consumidor) ao serviço/produto que ele procura.

    ResponderExcluir
  35. Atualmente conhecer apenas dados demográficos sobre o consumidor não é mais suficiente. O mercado competitivo de hoje exige um conhecimento mais abrangente sobre os consumidores e as motivações que os leva a decidir sua compra. E as redes sociais é uma excelente ferramenta para se buscar esse tipo de conhecimento, através do que é postado, curtido e comentado pelo público é possível ter uma noção maior sobre os interesses e opiniões dos consumidores, bem como grupos de interesses nos quais estão inseridos e compartilham suas ideias, quais são seus métodos de consumo e etc. As redes sociais vieram para ser uma via de mão dupla no mercado da publicidade.

    ResponderExcluir
  36. Para o consumidor, na hora da decisão de compra, são levados em conta se não todos, mas uma boa parte dos itens citados pelo autor. Entender qual é o melhor abordar em cada momento, em cada produto, é o papel do publicitário: entender os desejos e necessidades do consumidor para fazer com que ele escolha e compre o seu produto.

    Daniela Barbosa Oliveira
    RA: 31516790

    ResponderExcluir
  37. E necessário que o publicitário conheça seu publico, e procure entender sua singularidade, pois passar somente a mensagem que deseja não e suficiente, porque e importante procurar saber como fazer isso atingindo o publico de uma forma certa, para que haja representação, e assim criando uma identidade parar a marca. E para que isso seja feito e preciso esta sempre acompanhando as tendências do mercado, desejos dos clientes e as mudanças na sociedade.

    ResponderExcluir
  38. Cada item a cima descreve os fatores que levam o consumidor a fazer uma determinada compra ou não, o que as vezes e realidade pra um pode não ser para o outro, o papel do publicitário é entender em qual delas seu público alvo se encaixa, para ae sim, determinar qual método será mais efetivo em sua campanha.

    Rafael Aguiar
    LBA

    ResponderExcluir
  39. O publicitário precisa estar ciente de toda a história da empresa, valores, público-alvo e objetivos empresa. A partir de todos esses dados, juntamente com o estudo do mercado que está em voga, nós conseguiríamos atingir nosso público de forma ampla e objetiva.
    O cliente será impactado mais facilmente e será comtemplado com produtos ou serviços voltados exclusivamente para as suas necessidades. Uma vez que conseguimos entender nosso público final, o sucesso será inevitável.

    ResponderExcluir
  40. Silvério Giovannini24 de outubro de 2017 06:47

    Todos os itens do texto são uma forma de ajudar de forma geral a entendermos um pouco do que se passa na mente do consumidor. Cada consumidor é único, um único individuo, com um jeito específico, mas com muitos estudos da parte da publicidade para tentar "generalizar" um pouco o ato do consumo de cada cliente, ou tentar encaixa-lo em um padrão, assim os publicitários iriam conhecer um pouco mais a fundo cada consumidor e saber um pouco mais do que se passa em sua mente, e o que leva ele a consumir ou não.

    RA: 31417569
    Silvério Giovannini

    ResponderExcluir
  41. Yolanda Falinácia24 de outubro de 2017 10:56

    Enquanto indivíduo somos únicos, pensando nisso acredito que seja função do publicitário analisar e compreender quais modos impulsionam o desejo e motivação das pessoas. Claro, seria impossível observar todas as pessoas, por isso a necessidade de colocar as pessoas em "caixinhas", assim torna mais exato e menos propenso a falhas a comunicação a esse cliente ou futuro consumidor. Devido a esses fatores a disciplina de Comportamento do Consumidor é tão importante a formação de um profissional de publicidade.

    ResponderExcluir
  42. Uma série de fatores que juntos nos deixam claro o comportamento do consumidor. Tendências de consumo devem ser estudadas e com muita atenção, a forma como tudo muda interfere totalmente no consumo do indivíduo. O papel do publicitário, exige exatamente essa atenção e importância. Não estando atento as mudanças, terá dificuldade em atingir o seu público da forma como deveria. O consumo muda, as profissões evoluem, sendo necessário sempre manter-se atualizado em relação ao mercado como um todo.

    ResponderExcluir
  43. Crisnanda Ferreira24 de outubro de 2017 12:25

    O publicitário deve saber ouvir o seu público alvo, estar por dentro das opiniões, sugestões, além de realizar pesquisas para saber se o que está ofertando é mesmo útil para o consumidor, se é isso que ele deseja.

    ResponderExcluir
  44. Com a existência de diversos fatores que interferem no comportamento do consumidor, é muito importante que nós nos mantenhamos informados sobre variados assuntos como tendências, economia etc. Ao realizarmos algum trabalho é muito importante conhecer muito bem o público daquele produto/serviço para saber direcionar a comunicação.

    ResponderExcluir
  45. O primeiro passo é identificar o publico alvo e entender que eles são pessoas diferentes e que certamente não vão se comportar de maneira igual, isso envolve entender seu estilo de vida, o meio em que ele vive e até a mesmo a cultura que está inserido, em geral, tudo que está a sua volta.
    É importante também ficar no olho nas tendencias, novas tecnologias e como a economia está movimentando. Outro ponto é saber a opinião do publico. Com isso nós publicitários vamos conseguir comunicar melhor com nosso publico.

    ResponderExcluir
  46. Ter conhecimento sobre o público alvo é de extrema importância para a área de comunicação. Hoje temos estudos e ferramentas que nos dão esse apoio quando o assunto é entender o que o público e "conversar" com ele. Entender os fatores internos e externos que influenciam no comportamento di consumidor e tomada de decisão é a chave para se ter sucesso no que se quer comunicar.

    ResponderExcluir
  47. O publicitário deve conhecer bem para quem ele está direcionando a mensagem, saber sobre o seu público alvo é fundamental para que uma campanha não seja apenas mais uma das milhares em que ele terá contato durante o dia, e se torne, de fato, uma mensagem para aquele receptor. Mas além do público, conhecer bem o que se anuncia hoje em dia é obrigatório, pois promover algo que não condiz com a realidade na era em que vivemos, onde a informação em tempo real é acessada com extrema facilidade, e opiniões são expostas a todo momento pode ser fatal para um produto ou até mesmo uma marca.

    ResponderExcluir
  48. O conhecimento do nosso público é essencial, pois essa forma de interação marca/produto e cliente pode ser um diferencial para o poder de compra. Hoje não podemos generalizar ou cravar que uma pessoa que participa de certo grupo, realmente agirá conforme os demais participantes do grupo. Hoje as informações/ dados são os nossos ovos da galinha de ouro, porque a partir dessas informações podemos ter uma porcentagem maior de acerto de nossas campanhas e estratégias para as necessidades do nosso público alvo.

    Mateus Araújo LBA

    ResponderExcluir
  49. A importância do trabalho de um comunicador vai mais alem da comunicação básica!É necessário saber para quem estamos direcionados as nossas mensagem.Para que não haja um controverso nas relações.

    ResponderExcluir
  50. Estamos vivendo uma época onde os consumidores não estão procurando apenas um produto, mas sim um produto que vai lhe trazer algum tipo de conexão ou reconhecimento. Se sentir acolhido e representado por uma marca, mesmo que inconscientemente, é algo que todos estão procurando. Por esse motivo é necessário sempre traçar o perfil do seu consumidor, pensando em suas características, preferências e o modo que ele se comunica. O publicitário para criar uma campanha/serviço de qualidade que vai trazer retorno para seu cliente tem sempre que levar esses dados em consideração.

    ResponderExcluir
  51. O que se percebe é que a demanda do público tem se tornado cada vez mais específica e única, e que a publicidade a cada dia que passa precisa se adaptar mais ainda a essa forma que o seu público está tomando. O consumidor hoje vai além de questões de valor financeiro quando vai decidir consumir ou não algum tipo de produto, ele busca algo com que ele se identifique e que tenha alguma relação com o seu contexto social, cultural, valores e etc. A cada dia que passa a empresa precisa ser mais próxima do seu cliente ou público para entender essas individualidades e buscar satisfazê-las através de suas ações publicitárias.

    ResponderExcluir
  52. O artigo mostra que é importante ter um conhecimento mais aprofundado do consumidor, não só apenas o sexo, idade, etc. Mas também, é necessário captar todo contexto social do consumidor, nao só o grupo com o qual ele identifica mas também contexto histórico que está inserido e cultural.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela Moreira Maia de Carvalho
      Lba

      Excluir
  53. É de extrema importância o Publicitário entender o consumidor e perceber que com o avanço das tecnologias e os meios de comunicação o publico se torna cada vez mais críticos. Dessa forma sempre analisando o perfil do consumidor para que possa atender suas necessidades apresentando conteúdos, produtos e serviços de qualidade.

    ResponderExcluir
  54. O Publicitário tem o dever de ser totalmente interativo com as redes sociais, ser atual, dinâmico, interativo, criativo, estar sempre por dentro das ferramentas que estão á sua disposição para poder comunicar de forma interativa com seu público alvo, com muito estudo podemos comunicar sim com o público no qual queremos atingir. Tudo isso tem seu lado bom e ruim, lado bom é que a comunicação hoje em dia ocorre muito rápido no mundo, nos canais de comunicação, o lado ruim é que, se a marca for e agir erroneamente, todos saberão nessa mesma velocidade ..

    ResponderExcluir
  55. O papel do publicitário nessa questão é conhecer bem o seu consumidor em todas as áreas para oferecer o melhor produto ou serviço.Ele precisa ser atual, sempre tendo um passo a frente do seu consumidor para melhor atender e para ficar a frente de seus concorrentes.

    ResponderExcluir
  56. Bom esse POST é um retrato que tenho visto no meu dia a dia. Tenho um mesmo produto que tem significados diferentes para cada cliente e que tem obrigatoriamente ser vendidos de formas diferentes a cada uma delas.
    Vejo que o sucesso ou a falta dele nas empresas vêm exatamente da falta de conhecimento do seu público alvo, ou seja, quero vender o que ele não quer e para alguém que quer o que eu não tenho para vender.

    ResponderExcluir
  57. Sendo publicitários, é importante dar destaque naquilo que nosso público-alvo acredita ser um diferencial. Ex: Muitos consumidores compram o iPhone por status, inclusive, a própria marca já realizou uma propaganda com o conceito de que o dispositivo é bom porque "é iPhone", sendo esse um comentário replicado por inúmeras pessoas. É muito importante entender a realidade de cada público-alvo, dependendo dela, o preço deve ser mais baixo ou mais alto, tem que trazer algo novo, etc. Além disso, a previsão de "tendências de consumo" deve ser sempre estudada, para conseguir aproveitar o máximo desse momento mercadológico. As motivações são diversas, e nós, publicitários, devemos estudá-las e saber impulsioná-las.

    ResponderExcluir
  58. A publicidade também tem que se adequar com as mudanças de comportamento dos consumidores. Com a facilidade de procurar informações sobre o produto a publicidade tem que usar ao seu favor.
    Entendendo o tipo de comportamento comum do seu público-alvo a publicidade será eficaz.

    ResponderExcluir
  59. A combinação de fatores externos e internos, definem o perfil de um consumidor. Não podemos olhar apenas uma segmentação ou gosto , já que os mesmo são mutáveis e únicos para cada indivíduo. A atualização é uma obrigação do profissional de publicidade, que nunca deve estar defasado, principalmente nas questões de usar tecnologias ao seu favor. Criar um novo público que melhor se adeque para as mais variadas formas de consumo, produto e consumidor é o desafio do profissional que pretende entender o comportamento do target.

    ResponderExcluir
  60. O trabalho do publicitário tem se tornado durante as décadas, um trabalho de conhecimento popular e o texto acima reforça bem isso. Não adianta mais fazer propagandas pensando de forma genérica, colocando todo o público num mesmo patamar, se tornou obrigação o direcionamento e colocar sentimento nas peças publicitárias.
    Para convencer alguém de que um produto ou serviço é bom e merece ser consumido, tem que se estudar muito para criar uma campanha, tem que se pensar exaustivamente onde você quer chegar e quem você quer atingir com seu trabalho e buscar ao máximo tentar se por no lugar de quem irá ver essa campanha, porque afinal, nós também somos consumidores e estamos a todo momento julgando um trabalho, proposta ou pessoas do nosso dia dia, e com certeza esses critérios de avaliação que temos e aplicamos nos é aplicado.

    ResponderExcluir
  61. Nós como profissionais de comunicação devemos entender nosso público alvo, os noves pontos citados no texto acima nos ajudam a saber o que influenciam diretamente o consumidor em sua decisão de aquisição. Devemos estudar esses noves fatores para que com isso possamos criar propagandas mais objetivas alcançando um maior engajamento do público alvo.

    ResponderExcluir
  62. Nós como publicitários devemos sobretudo entender o nosso publico alvo e a melhor forma de entende-lo é sondar o seu comportamento como consumidor e o texto acima nos informa os fatores que implicam no comportamento do consumidor na hora da compra, contudo devemos usufruir do que é nos apresentado no estudo para atingir a excelência, que no caso do publicitário é atingida vendendo o produto ou serviço que esta sendo ofertado.

    ResponderExcluir
  63. Cibele Nayara Ribeiro Fonseca de Jesus
    LBA

    A a publicidade possui uma cota significativa de responsabilidade nessa equação totalmente desequilibrada. Afinal, boa parte do que lemos, ouvimos e assistimos em anúncios associam determinados produtos ao que certamente, eles não correspondem, melhor dizendo, felicidade, satisfação, conquista e até mesmo amor e respeito. Afinal, como diz o ditado, “a propaganda é a alma do negócio”. Por essa razão somos diuturnamente bombardeados por peças de propaganda materializadas, muitas vezes, como num passe de mágica por meio de imagens ou jingles poderosos e inesquecíveis. Para garantir esse efeito eletrizante, as agências trabalham com dezenas, centenas de profissionais extremamente criativos em busca da mensagem perfeita que vá “fisgar” o cliente/freguês/consumidor para a compra do que se pretende vender.

    ResponderExcluir
  64. O que podemos perceber no comportamento do consumidor nos dias atuais é que a necessidade de segmentação tem ganhado cada vez mais importância. As estratégias usadas pelos publicitários para atingir o público devem ser mais específicas para cada tipo de target.
    A escolha do consumidor hoje vai além de questões como preço e durabilidade por exemplo. Quando vai decidir consumir algum produto ou serviço, ele busca uma identificação e afinidade com a marca, de forma que ela esteja relacionada com o seu contexto social, cultural, seus valores e etc. A experiência do consumidor e o relacionamento entre as empresas e o cliente devem ser pontos de atenção das marcas para entender as individualidades do público e buscar atingi-lo através das ações de publicidade e marketing.

    Thais Lima LBB

    ResponderExcluir
  65. Larissa Acácio LBA

    O comportamento do consumidor é dividido por açoes emocionais e mentais, melhor dizendo realização de desejos e necessidades.
    A vivencia interfere nos hábitos de consumo do estilo de vida através dos fatores de condições financeira, personalidade, crenças, percepção, etc.

    ResponderExcluir
  66. Como publicitários devemos entender o meio em que aquele consumidor está inserido. Sua classe social, seus gostos e preferências. Os pontos apresentados acima nos ajuda a cada vez mais chegar mais perto das preferências do consumidor. Entendo esses pontos e preferências torna a publicidade mais assertiva.

    Camila Alves

    LBB

    ResponderExcluir
  67. Thiago Souza Penna9 de novembro de 2017 09:28

    Papel da publicidade é entender a persona com que ela. É, mais do que nunca, se colocar no lugar do nosso consumidor e compreender efetivamente o que e como ele demanda. As técnicas aprimoram, mas a base da publicidade permanece a mesma, compreender quem é o público que está falando com voce e ser o mais claro e direto possível com ele.

    ResponderExcluir
  68. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  69. O papel do publicitário nesse caso, é o de levar as informações do produto/serviço de maneira personalizada, fazendo com que o produto chegue ao consumidor e não o contrário. Antigamente, as empresas esperavam o consumidor chegar para avaliar, analisar decidir compra e levar o produto, hoje, o publicitário tem o "poder" de reduzir esse trajeto, mas para que isto aconteça é necessário avaliar principalmente o comportamento do consumidor, pois suas tendências são bastante híbridas e/ou mistas.

    Sílvio Oliveira - Turma LBA

    ResponderExcluir
  70. Para o publicitário, a questão da influencia do comportamento do consumidor em relação aos fatores citados é que nós temos que conhecer o nosso público alvo para crias coisas que irão chamar a atenção, obter compreensão, serem aceitadas e se posível, serem retidas. Esse é um de nossos papéis: definir a melhor forma para expositar algo para os consumidores.

    ResponderExcluir
  71. Cecilia Vieira Marques-LBA10 de novembro de 2017 16:33

    Para ter uma comunicação assertiva é essencial que conheçamos de forma mais profunda possível o nosso público-alvo (persona) para que tenhamos uma linguagem que converse com o target e consigamos expressar os valores que queremos e criar uma ligação entre a nossa empresa e o consumidor final. Todos os fatores citados são facilitadores para conseguirmos classificar nosso consumidor,mas é essencial lembrarmos que se trata de um conjunto de seres humanos,complexos e individualizados.

    ResponderExcluir
  72. Pra mim não tem muita novidade. O papel publicitário está em estudar, pesquisar e compreender sempre mais do publico-alvo da marca. Quem são as pessoas, com quem elas se relacionam, faixa de renda, entre outras coisas mais. A partir daí, poder customizar as campanhas de acordo com os dados coletados, objetivando uma maior aproximação do consumidor.

    ResponderExcluir
  73. Mesmo com estudos e recursos cada vez mais avançados, sinto que ainda há uma falha muito comum na publicidade quando se trata de impactar adequadamente o consumidor. Não me refiro especificamente aos publicitários, mas ao contexto geral de mercado. Sabemos que as peças que geram sensações nas pessoas são as que certamente irão impactar mais e, consequentemente, trazer melhores resultados. No entanto, percebo que muitas empresas em nosso país visam exclusivamente o lucro e querem passar rapidamente suas mensagens, mais institucionais do que sobre o consumidor em si. O que mais vemos são peças que apresentam uma necessidade que temos, mas que em momento algum tocam os sentimentos que habitam em nosso inconsciente e que nos fazem agir.

    Acredito que o papel do publicitário nesse contexto seria intervir e opinar de forma severa a respeito da comunicação, sempre tentando mostrar para o cliente que o marketing e o relacionamento, como já dizia Kotler, é um cultivo - e um cultivo não acontece do dia para a noite. Acho que isso atrapalha bastante o nosso trabalho e é daí que surge uma publicidade que incomoda as pessoas. Sempre focando no público potencial e estudando suas motivações e contextos culturais, sociais e econômicos, certamente a publicidade seria muito mais eficaz e agradável para todos.

    Turma: LBA

    ResponderExcluir
  74. O mercado atual é completamente distinto das antigas teorias e meios de produção, onde quantidade e pequenos preços eram diferenciais competitivos. Atualmente, o consumo é direcionado através de infinitos nichos de mercado, que se afunilam cada dia mais. Sendo assim, publicitários precisam ampliar suas referências para conseguir comunicar da melhor maneira possível, com os mais variados públicos dentro de suas particularidades.

    ResponderExcluir
  75. Acho que adaptação seja uma palavra adequada a esse estudo. O consumidor é uma máquina de transformação, cada consumidor tem seu modo de agir, pensar, gostar, julgar e querer. Compreender que cada consumidor é único é um dos principais pontos para que uma empresa possa se destacar no mercado, ter um diferencial, se adaptar as mudanças da melhor forma. Estudar e entender seu público alvo é o básico que toda empresa deve ter, saber se adaptar e suprir as necessidades e desejos dos seus consumidores é o ponto chave para uma consolidação no mercado. Os 9 fatores citados no texto comprovam isso.

    ResponderExcluir
  76. Anna Carolina Domiciano (LBB)

    Tantos são os fatores de influência no comportamento de compra de um consumidor que é completamente equivocado pensar na publicidade/propaganda/marketing com uma visão simplista e com um sentido único de influência. De fato, a Publicidade tem como papel despertar desejo e influenciar no consumo, mas acho interessante que percebamos que hoje, mais do que nunca, os consumidores e os seus meios ditam o que a Comunicação vende.

    ResponderExcluir
  77. Todos os fatores citados nos ajuda a compreender o consumidor ,a cada dia que passa os consumidores se tornam mais críticos e mais exigentes ,é nosso dever entender os gostos ,preferencias precisamos nos adaptar mais aos consumidores.Devemos pesquisar mais a fundo o nosso alvo não só com informações buscar mas tambem saber os gostos,cultura etc .

    ResponderExcluir
  78. Conhecer o seu público é fundamental, pois é a partir dele que você vai saber onde quer chegar, a quem quer agradar, cada pessoa é única, porém existem compatibilidades entre elas, e é isso que vimos nessa última temporada da matéria de comportamento do consumidor, existem diversos grupos e em cada grupo cada pessoa é única, mas ela não está ali atoa e sim porque existe algo em comum com outras pessoas e é isso que precisamos enxergar, têm aquela pessoa que é única e também existe aquela pessoa que é um grupo e assim vamos poder alcança-las como um todo. Por isso é importante entender e pesquisar quem é o seu público conhece-los mais que eles mesmos, saber antes que o consumidor diga o que ele espera de você.

    ResponderExcluir
  79. Todos os faotres de fato são de suma importancia para entender o consumidor mas ainda assim acho, pessoalmente, que existem mais inumeros fartores para compreensão de acordo com cada caso, de acordo com cada publico alvo, uma vez que cada um, cada individuo tem uma preferencia, uma forma de pensar particular, acho que as vezes pensar no grupo em si não é o bastante, porem analisar um individuo é muito mais dificil, demanda mais trabalho e recursos, logo os fatores apontados são de grande ajuda para nós publicitarios terntarmos compreender nosso alvo.

    ResponderExcluir